Portugal vence torneio de La Manga (Buta, Rúben Dias e Ricardo Almeida foram os principais destaques)

Vitória justa, até pela fraca oposição que a selecção teve, mas que não permite a Emílio Peixe ter boas dores de cabeça tendo em vista a ronda de elite, pois a maior parte dos elementos desiludiu.  A ausência de Renato Sanches deverá ser colmatada por jogadores que estiveram na 1.º fase de apuramento, já que os médios presentes nesta edição tiveram um rendimento aquém do esperado (Moreto fez um golo, mas apareceu pouco; Bruno Costa foi mais testado na ala; Mimito e Bruno Almeida tiveram pouco impacto). Como maiores destaques da competição surgem os benfiquistas Buta (a actuar como extremo foi o maior desequilibrador, sempre a partir pela direita e usando a sua velocidade), e Rúben Dias que mostrou a sua qualidade nos duelos individuais e no comando da linha defensiva, e o avançado do Moreirense Ricardo Almeida que, apesar de algumas limitações técnicas, apontou 2 golos.

Depois de dois empates nas duas primeiras partidas, Portugal venceu a Noruega por 2-1 e, aproveitando o resultado entre Eslováquia e Polónia, conquistou a 11.º edição do Torneio Internacional de La Manga. Ao contrário dos outros jogos em que a selecção nacional começou a perder, a partida de hoje ficou marcada pelo golo logo a abrir de Moreto Cassamá depois um remate espontâneo à entrada da área com Wichne a ficar mal na fotografia. A partir daí a vantagem foi sendo gerida, mas o golo (um pontapé fantástico de Rasmussen) da Noruega no reatar da 2.º parte veio reanimar a partida e dar uma agressividade aos nórdicos que colocou dificuldades aos comandados de Emílio Peixe. Com a partida a ficar equilibrada, foram lançados vários jogadores preponderantes, como Guga ou Empis, que deram outra face a Portugal, que desde aí surgiu sempre mais perigosa na área contrária, sobretudo por iniciativas de Buta e Sualehe. O golo da vitória viria a surgir já perto do fim, a partir de um livre lateral convertido por Guga e finalizado de forma exímia por Bruno Almeida. Para a posteridade fica o 4.º troféu conquistado pela selecção nacional sub-19 nas últimas cinco edições. Portugal: Fábio Duarte; Denis Martins, Rúben Dias - Cap., David Sualehe, Pedro Amaral, Kiko, Moreto Cassamá, Mimito, Bruno Costa, Almeida e Buta

Etiquetas: