Vukašin Jovanović reforça Zenit; Arsenal obrigado a fazer mais um jogo; Litos assume Oriental; Kittel bisa no Algarve; Muller bisa na vitória do Bayern

Para precaver a saída de Neto ou Garay?

Vukašin Jovanović é oficialmente reforço do Zenit. O jovem central sérvio, de 19 anos 1m88, chega ao clube de Villas-Boas proveniente do Estrela Vermelha a troco de 2 milhões de euros, tendo assinado um contrato até 2020. Jovanović, que ajudou a Sérvia a vencer o último Mundial sub-20, é a 4.ª aquisição do Zenit neste mercado de Inverno depois de Maurício, Kokorin e Zhirkov.

Wenger alterou praticamente toda a equipa, a excepção foi a dupla de centrais, mas mesmo assim ter de fazer mais um jogo nesta fase da época é uma contrariedade - O Arsenal atacou muito mas não conseguiu ultrapassar o Hull City, e ao empatar a 0 vai ter de jogar o desempate nos oitavos de final da Taça da Inglaterra mas agora na casa do líder do Championship. Os Gunners tiveram várias oportunidades mas a barra e o guardião Jakupovic (que realizou uma super-exibição) seguraram o nulo.

Regressa assim a Portugal onde já treinou o Leixões, Portimonense e Estoril Praia  -  Litos, o antigo Platini do Sporting, é o novo treinador do Clube Oriental de Lisboa. O técnico português de 49 anos assinou o contrato válido até ao final da temporada depois de nas últimas quatro épocas ter estado ao serviço da Liga Desportiva de Maputo, emblema onde conquistou dois Campeonatos de Moçambique, duas Taças e duas Supertaças.

O sprinter alemão já somou 4 vitórias em 2016 e a época ainda mal começou - Marcel Kittel bisou na Volta ao Algarve ao ser o mais forte na 4.ª etapa, uma ligação entre S. Brás de Alportel e Tavira. O reforço da Etixx bateu Wouter Wippert e Jens Debusschere numa etapa em que Greipel caiu. Na geral Tony Martin continua de amarelo, sendo que tudo se vai decidir amanhã no Alto do Malhão.

Bayern dominou o jogo todo (rematou 36 vezes) mas teve de se aplicar para dar a volta a 3 dias dos Oitavos da Champions (Muller foi decisivo); Vieirinha foi lateral-direito mas Wolfsburgo não consegue aproximar-se do pódio; Com mais sofrimento do que o habitual, mas com o final do costume. No Allianz Arena, o Bayern Munique venceu o Darmstad por 3-1. Guardiola já pôde contar com Tasci no centro da defesa, tendo poupado Lahm, Thiago ou Xabi, mas apesar dos Bávaros terem começado a dominar (Robben e Lewandowski estiveram perto do golo) foram os visitantes a estarem mais perto do golo, com Wagner a marcar de cabeça no primeiro ataque que a equipa fez. O golo aumentou a pressão do líder da Bundesliga, e já depois de Douglas Costa ter acertado na barra, Thomas Muller fez o empate aos 49' e 21 minutos depois o Alemão recebeu um passe de Vidal, controlou no peio e fez o 2-1 num belo remate acrobático. Até final, Lewandowski ainda aproveitou uma assistência de Ribery para fixar o 3-1 final (vigésimo segundo golo do Polaco na Liga). Já em Berlim, Hertha e Wolfsburgo empataram a 1, num resultado que pode permitir ao Leverkusen subir ao terceiro lugar ocupado pelos homens da Capital e que mantém os Lobos fora da zona Europeia. Vieirinha foi titular e fez a assistência para o primeiro golo dos visitantes, por Schafer, aos 53', mas 7 minutos depois Kalou fez o empate. Nos restantes jogos, o Borussia Monchengladbach venceu o Colónia por 1-0 (golo de Dahoud logo aos 9'), o Hoffenheim conseguiu 3 preciosos pontos na luta pela manutenção, recebendo e batendo o Mainz por 3-2 e o Ingolstadt derrotou o Bremen (2-0).

Etiquetas: , , ,