Nuno Gomes destaca futuro avançado do Benfica e da Seleção Nacional; Luis León Sánchez assume liderança na Volta ao Algarve; Maazou no Randers

O jovem craque já foi devidamente esmiuçado pelo VM Scouting.

Nuno Gomes, actual diretor-geral do centro de formação do Benfica. mostra-se radiante em relação ao futuro. Em entrevista ao Sindicato dos Jogadores Profissional de Futebol (SJPF) o antigo avançado falou sobre o projeto do Seixal, afirmando que acredita que equipa principal seja alimentada por jogadores made in Benfica nos próximos tempos. «Temos um naipe de jogadores que, quanto a mim, também estão na calha para, mais tarde ou mais cedo, terem uma oportunidade na equipa principal», referiu. Questionado sobre quem poderá estar na calha para se impor brevemente na equipa principal, o responsável pela formação das águias não hesitou: «Um dos jogadores que nós achamos que vai ter condições para jogar na equipa principal e na Seleção é o José Gomes, que neste momento está nos juniores. É um avançado que tem feito a diferença nessa posição desde que chegou ao clube. Não quero ser injusto com os outros, mas é um dos melhores pontas-de-lança que temos no Benfica neste momento», apontou. Nuno Gomes assume não ainda ter dúvidas que o aparecimento generalizado das equipas B em 2012/13 concedeu oportunidades aos jovens jogadores. "As equipas B só vieram fazer bem aos clubes que as têm porque é um espaço de afirmação dos jovens joga­dores que neste momento estão a competir num campeonato que é muito equilibrado, apresenta um nível de futebol já ele­vado e para nós é extremamente benéfico. Temos pelo me­nos oito/nove juniores no plantel da equipa B, que raramente jogam pelos juniores, têm idade de júnior e estão a competir com jogadores que podem ir até aos 30 e muitos. Isso dá-lhes uma bagagem para que no dia em que dêem o salto para uma equipa da primeira ou da segunda divisão apresentem uma rodagem de quilómetros bem diferente se fosse uma passagem de júnior para sénior."

Sanchéz e Thomas amanhã podem ganhar ainda mais distância para os rivais; Contador até passou em 1.º na passagem pela penúltima dificuldade, na Pomba, mas já está a mais de 30 segundos da liderança; Ciclistas dos "grandes" nem no Top 25 -  Luis León Sanchez (Astana) venceu a 2.ª etapa da Volta ao Algarve, com um final no alto da Fóia, e assumiu a liderança da prova. O espanhol, que o ano passado terminou em 5.º, bateu Geraint Thomas, vencedor de 2015, Primoz Roglic, Ion Izaguirre, sendo que Tiago Machado foi 5.º a 5 segundos, mesmo tempo de Pinot. Amaro Antunes foi 7.º, Aru 11.º e Contador apenas 21.º. Rui Vinhas, em 27.º foi o 1.º ciclista da W52-FC Porto, enquanto que Nocentini, em 31.º, o melhor representante do Sporting/Tavira.

Passou pelo V. Guimarães em 2013/14 e pelo Marítimo na época seguinte - Moussa Maazou foi apresentado como reforço do Randers, atual sexto classificado do campeonato dinamarquês. Maazou, avançado de 27 anos, chega à Dinamarca depois de na época passada ter representado os chineses do Changchun Yatai.

Etiquetas: ,