Jesus deixa aviso aos adeptos: «Não deixo as coisas complicarem-se para mim»

Anti-criticas? O técnico leonino, que não se inibiu de criticar Rúben Semedo e de ser pronto a proteger Téo, parece estar a querer preparar os adeptos.

Jorge Jesus defendeu que, em alta competição, não se pode fazer duas faltas, a primeira logo com amarelo, em 16 minutos, como Rúben Semedo fez frente ao Leverkusen e acusou o jovem central de ter prejudicado a equipa. "A expulsão de Semedo deitou tudo a perder, já não é a primeira vez que faz isso, já em Setúbal o fez, mas vai aprendendo. Em alta competição não se pode cometer estas situações.", disse, defendendo a ideia de que o Sporting esteve ao nível da equipa alemã durante a primeira parte. O treinador leonino aproveitou ainda o rescaldo à derrota frente ao Leverkusen para notar que não gostou da atitude dos adeptos leoninos em relação a Teo Gutíerrez, deixando mesmo um aviso no final. «O Teo fez um excelente jogo. Mas é verdade também que o Sporting anda em primeiro, força da sua qualidade de trabalho, da qualidade individual dos jogadores e da qualidade da massa associativa. É um três em um. Se começarem a arranjar patinhos feios e não tivermos carinho para todos vai ser complicado. É natural que se goste mais do Slimani do que outro jogador, porque tem jogado mais e tem sido determinante. Mas temos de acarinhar todos se queremos voltar a discutir títulos, senão torna-se mais complicado para todos e não vou deixar que as coisas se tornem complicadas para mim», afirmou Jesus.

Etiquetas: