Árbitro do Leverkusen-Dortmund abandona o campo mas a equipa de Tuchel (mesmo a pensar no Porto) confirmou o triunfo; Tello em destaque na Fiorentina

Já que o jogo não estava famoso, o árbitro tentou dar algum entretenimento. Esta moda da suspensão (o árbitro esteve nos balneários cerca de 10 minutos) pode pegar? Quanto ao futebol jogado, deu para perceber que Tuchel está a dar muita importância à Liga Europa e alinhou com um 11 alternativo, dando a titularidade pela primeira vez a Pulisic, miúdo de 17 anos, e a Leitner, poupando Reus, Weigl ou Kagawa. A vantagem pontual também permitiu algumas poupanças, mas mesmo assim deu para vencer um Leverkusen que só teve Kampl e Chicharito como novidades em relação à equipa que actuou em Alvalade.

O Dortmund venceu em Leverkusen por 1-0, com golo de Aubameyang, mas isso é quase um pormenor neste jogo que teve um momento insólito. Na segunda parte, depois do 21º golo do gabonês no campeonato, a finalizar um excelente contra-ataque, toda a equipa da casa protestou e o treinador Roger Schmidt foi expulso pelo árbitro. Contudo, o técnico não quis sair do campo, o árbitro viu-se obrigado a falar com Kiessling para convencer o seu treinador, mas nada feito. E com isto tivemos o jogo interrompido cerca de 10 minutos, já que o árbitro decidiu recolher aos balneários até que houvesse condições para prosseguir o encontro. Lá se acabou a partida, com a vitória do adversário do FC Porto sobre o oponente do Sporting num jogo que não correspondeu às expectativas. A primeira parte praticamente não teve lances junto das balizas, e na segunda metade, apesar de o jogo ter tido um ritmo mais acelerado, não foi propriamente espectacular. O conjunto de Roger Schmidt subiu as linhas na segunda parte e tentou criar perigo para Burki, mas a estratégia saiu ao contrário e acabou por dar mais espaço para as transições letais da turma de Tuchel. Mkhitaryan foi um dos melhores em campo, mas em termos individuais saltou à vista a qualidade dos centrais das duas equipas: Tah esteve muito bem do lado do Bayer e Hummels (está em grande forma) e Sokratis mostraram a qualidade habitual nos scwharzgelben.

Fiorentina mantém distância para o Inter e pressiona a Roma; Tello foi o homem do jogo; Génova respira melhor; Empoli em crise - A equipa de Paulo Sousa somou mais uma vitória no campeonato, desta feita no terreno da Atalanta, e consolidou o terceiro lugar da classificação. Os golos só apareceram na segunda parte, e por intermédio de jogadores bem conhecidos do futebol português. Tello, ex-FC Porto, fez um golo e uma assistência e está a ter impacto imediato nos viola, e Matias Fernández também marcou. Conti e Pinilla ainda reduziram para o conjunto da casa e o resultado final ficou nos 3-2. Nos outros jogos, destaque para o triunfo do Génova na recepção à Udinese (2-1, golos de Cerci e Laxalt) e para um excelente Sassulo-Empoli, que teve um 3-2 favorável à equipa da casa. Defrel foi o homem do jogo com um bis. Nota ainda para o nulo entre o Torino e o Carpi. 

Etiquetas: , ,