Leicester não larga liderança; Arsenal perde terreno; Tottenham já é 3.º; Aguero dá mais um triunfo ao City

Imagem: Daily Mail
Vamos ter a maior surpresa deste século (na teoria o City ainda é favorito)? As jornadas passam e o Leicester continua em 1.º, e até podia ter uma vantagem superior se Otamendi nos descontos, em cima da linha, não tivesse evitado o empate do Sunderland.

Já faltou mais. O Leicester não larga a liderança da Premier League e, para além da vitória sobre o Liverpool, por 2-0, beneficiou do empate do Arsenal na recepção ao Southampton. Vardy foi o herói de mais um triunfo (bisou e o primeiro golo foi absolutamente fantástico), mas destaca-se, como habitualmente, a capacidade de entreajuda dos comandados de Ranieri para travar os reds, que dificilmente chegarão ao top-6. Em Londres, o Southampton de Koeman travou o Arsenal de Wenger e deu uma ajuda aos foxes. A equipa de Cédric Soares (titular no encontro de hoje) não sofre golos há quatro partidas e conseguiu anular o ataque dos gunners, que fez pouco para desbloquear o nulo. Com a pontaria afinada estão os spurs, que, com um bis do goleador Harry Kane e mais um golo do prodígio Dele Alli, somaram mais um triunfo (3-0 no terreno do Norwich) e igualaram os 45 pontos do rival londrino. Quem também aproveitou o desaire do Arsenal foi o Manchester City, que agora é o mais directo perseguidor do Leicester. Um golo solitário de Agüero (que parecia ter-se lesionado nesse momento) foi o suficiente para vencer o Sunderland fora de portas, embora a exibição tenha sido mais uma vez pouco convicente (Otamendi tirou uma bola em cima da linha nos instantes finais).  O rival da cidade, o United, fez uma das melhores exibições dos últimos tempos e isso traduziu-se no resultado. O 3-0 sobre o Stoke City (Lingard, Rooney e Martial) é um resultado muito pouco visto nesta temporada em Old Trafford. O West Ham venceu o Aston Villa de forma muito fácil (2-0) e a turma de Rémi Garde parece ter missão impossível para evitar a manutenção. A expulsão prematura de Ayew não ajudou e os golos de Antonio e Kouyaté deram mais 3 pontos aos londrinos. No Selhurst Park houve um resultado surpreendente, com o Bournemouth a vencer o Crystal Palace por 2-1. Dann ainda adiantou o conjunto de Pardew, mas Pugh e Afobe (que está a justificar o investimento) consumaram a reviravolta. Destaque também para o empate entre WBA e Swansea (1-1), com golos de Sigurdsson e Rondón.

Etiquetas: