Fora do Radar: Miller Bolaños

O futebol não acontece só na Premier League e na La Liga, não passa só por Old Trafford e Camp Nou. Fora do Radar é uma rubrica com o objectivo de dar a conhecer jogadores do futebol mundial, independentemente da idade, que passam despercebidos ao adepto comum.

Apesar de não ter o mediatismo que o campeonato brasileiro e argentino proporcionam, Miller Bolaños fez dois anos consecutivos a um nível soberbo, tanto a nível interno como na Libertadores, e foi a grande estrela do Emelec, a melhor equipa do Equadrod. Aos 25 anos, quem o via jogar percebia que estava ali um talento fantástico, mais do que preparado para experimentar o futebol europeu. Contudo, acabou por assinar pelo Grémio. Bolaños sai do Equador em grande, depois de um ano de 2015 em que foi o melhor jogador e melhor marcador do campeonato (com 25 golos), levando o Emelec ao título e a uma prestação de destaque na Libertadores, caindo apenas nos quartos-de-final perante o Tigres. A verdade é que o equatoriano explodiu um pouco tarde, depois de ter passado pelos outros dois grandes clubes do país (a LDU Quito e o Barcelona SC) e de ter uma experiência falhada nos Chivas dos Estados Unidos. Só quando chegou ao Emelec o seu real talento veio à tona, sendo actualmente um jogador com capacidade de fazer a diferença em qualquer encontro. A potência, qualidade técnica e sentido de baliza que possui fazem de Bolaños um elemento muito difícil de travar, seja a jogar como médio ofensivo ou como homem mais adiantado, tendo inteligência e versatilidade suficientes para se adaptar a ambos os papéis. Com excelente visão de jogo, muita qualidade técnica e uma facilidade de remate incrível, é um avançado que faz lembrar o falecido Chucho Benítez em alguns momentos. Não sendo propriamente um jovem em início de carreira, veremos o que esta mudança para o Brasileirão pode trazer ao jogador.

PS - Bolaños foi dado como certo no Changchun Yatai mas, tal como aconteceu com Luiz Adriano, o negócio caiu e o avançado assinou pelo Grémio.

Etiquetas: