"Era o momento certo para dar o salto para um grande clube"; Vitória Setúbal-Nacional adiado para Domingo

Independente da questão da lesão, é obvio que  as coisas correram mal entre um dos capitães e a estrutura do clube, algo que também revela como é o ambiente neste momento no Dragão.

Maicon está no Brasil, onde representará o São Paulo até Junho, mas isso não impede que continue a falar acerca da sua conturbada saída do FC Porto. Em conferência de imprensa, o Brasileiro afirmou que está "em paz" com o clube da Invicta, dizendo mesmo que "não se passou nada". O Central desmentiu ainda que tivesse simulado uma lesão: "se você me puder mostrar onde é que o departamento médico disse que eu não tinha uma lesão, nós depois podemos conversar pessoalmente. A imprensa não é o departamento médico. A imprensa fala o que quer. Isso são coisas para vender os jornais. Não ouviram um diretor do FC Porto a falar da minha lesão ou um médico. Infelizmente aconteceram algumas coisas que não foram muito positivas mas trabalhei e treinei à vontade. Quando não sai o resultado que queremos, aparecem notícias que não são verdadeiras. Não tive qualquer problema com o departamento médico do FC Porto nem com a direção.", disse o Brasileiro. Em relação ao seu novo clube, Maicon considerou "estar no momento certo para dar o salto para um clube grande como o São Paulo".

Os Madeirenses começam a ficar habituadas a alterações no calendário - Devido às más condições climatéricas, a comitiva do Nacional não conseguiu fazer a viagem para o continente, tendo em vista a partida frente ao Vitória de Setúbal que estava agendada para amanhã às 18 horas. Assim, o conjunto da Madeira irá viajar amanhã, sendo o desafio adiado  para Domingo.

Etiquetas: