Valencia volta a perder; Higuaín desempata com Jonas; Juventus soma 14.ª vitória consecutiva; Equipas de Milão escorregam

9 jogos, 0 vitórias. Gary Neville (ainda tem condições para manter o posto?) continua sem vencer para o campeonato e os Che nesta fase até já começam a ficar perigosamente perto dos lugares de descida (apenas mais 4 pontos que o antepenúltimo).

Momento negro para o Valencia, que somou a 3.ª derrota esta semana ao perder na casa do Bétis, por 1-0. Depois do desaire em casa frente ao Gijón na última jornada, e da goleada sofrida em Camp Nou para a Taça, os Che necessitavam de dar uma resposta, mas só agravaram a crise. Rúben Castro, aos 49 minutos, apontou o único golo, num jogo em que Neville promoveu algumas alterações no 11, apostando em Barragan e Siqueira nas laterais, Zahibo no meio campo e no trio Feghouli, Cheryshev e Negredo na frente. Já o Bétis contou com o talentoso Musonda no 11, sendo que o belga emprestado pelo Valencia foi um dos principais destaques do encontro.

Higuain (24 golos) volta a ter mais 1 tento que Jonas (Benfica) na corrida pela Bota de Ouro; Candidatos ao título sofreram mas conseguiram ganhar antes de se defrontarem na próxima jornada; Inter e Milan vão ajudando Paulo Sousa a sonhar com o pódio - Na vigésima quarta jornada da Série A, a dupla da frente cumpriu, com o Nápoles a vencer o Carpi e a Juventus a derrotar o Frosinone. No San Paolo, os homens de Sarri conseguiram a oitava vitória consecutiva, ao vergar o Carpi por 1-0. Num jogo mais complicado que o esperado, frente ao antepenúltimo classificado, a vitória só chegou com um golo de grande penalidade de Higuaín aos 69 minutos (vigésimo quarto golo do argentino na Liga, tendo agora mais um que Jonas na luta pela Bota de Ouro). Já a Juventus obteve a décima quarta vitória consecutiva, também frente a  um aflito, o Frosinone, por 2-0, também com os tentos a surgirem só no segundo tempo. Aos 73', Alex Sandro (excelente exibição, uma vez mais) chegou à linha final e cruzou para Cuadrado abrir o marcador, tendo Dybala feito o resultado final já nos descontos. Num péssimo momento segue o Inter, que não conseguiu bater o lanterna vermelha Hellas Verona, tendo empatado a 3. Murillo ainda deu vantagem ao conjunto de Mancini aos 8', mas Helander, Pisano e Ionita deram a volta para 3-1, com Icardi e Perisic a marcarem os golos que selaram a igualdade.  Em sexto segue o Milan, que em casa empatou a 1 com a Udinese. Os forasteiros adiantaram-se aos 19' por Armero, mas no início dos segundos 45 minutos Niang fez o 1-1. Finalmente,  o Sassuolo, que não vence há 5 jogos, também empatou (2-2 com o Palermo), ao passo que o Chievo Verona bateu o Torino fora por 2-1.

Etiquetas: ,