Diamantino Miranda diz que Benfica recusou 17 ME por Carrillo; Sortes diferentes para os adversários de FC Porto e Sporting

Corresponde ao valor de mercado do peruano, mas fica a dúvida se as águias consideram que vai valer ainda mais ou estão apenas a passar a ideia de se quisessem já tinham lucrado com um elemento que assinou a "custo zero".

De acordo com Diamantino Miranda, o Benfica recusou uma proposta de 17 milhões de euros por André Carrillo. "O Benfica teve uma oferta de 17 milhões pelo Carrillo no sábado passado. Era uma proposta do estrangeiro que o Benfica recusou", disse o ex-jogador das águias numa entrevista à Rádio Renascença. Diamantino adiantou ainda que o peruano, que no final da época vai trocar o Sporting pelo Benfica a custo zero, pertence 100 por cento às águias, apesar de também ter tido a hipótese de se vincular ao Atlético.

Dortmund sofreu mas passou em Estugarda; Já o Leverkusen (que jogou toda a segunda parte com 10) foi afastado em casa por um Bremen que está em zona de despromoção - Já são conhecidas duas das equipas que marcarão presença nas meias-finais da Taça da Alemanha, com o Borussia Dortmund e o Werder Bremen a superiorizarem-se, respectivamente, a Estugarda e Bayer Leverkusen. O adversário do FC Porto na Liga Europa foi até Estugarda vencer por 3-1, numa partida em que Aubameyang foi extremo-direito e Marco Reus "falso nove". Os homens de Tuchel abriram o marcador logo aos 5', com Mkhitaryan a abrir na direita para Aubameyang cruzar, chegando a bola a Reus que fez o 1-0. Os homens da casa não baixaram os braços e aos 21' chegaram ao empate, com Rupp a aproveitar uma bola solta à entrada da área para colocar a bola no fundo das redes, mas 10 minutos depois Reus serviu Aubameyang e o Gabonês fuzilou de pé esquerdo, voltando a colocar os visitantes na frente. O Estugarda foi depois tentando chegar ao golo, mas sem criar muito perigo, e já na fase do "chuveirinho" Aubameyang recupera uma bola e, com os locais totalmente descompensados, conduz durante vários metros e oferece a Mkhitaryan o 3-1 final. Já em Leverkusen, o Bremen venceu também por 3-1. Os locais ainda conseguiram chegar à vantagem, pelo inevitável Chicharito, através de uma grande penalidade aos 22', mas aos 31' o Bremen ganha um canto na direita, com a bola a voar até ao segundo poste onde Bartels coloca no meio, aparecendo Santiago Garcia a fazer o empate perante a passividade dos Farmacêuticos. Pouco depois, a situação piorou para o Leverkusen, já que Wendel viu o vermelho directo aos 41' por travar Bartels dentro da área, e na conversão do castigo máximo o veterano Pizarro não desperdiçou. No segundo tempo, aos 82, Grillitsch, num contra-ataque, fez o 3-1 final.

Etiquetas: