Treinador português vai orientar Eto'o; Khedira desconfia das possibilidades da Alemanha no Euro'2016; Tottenham perde terreno; Petit consegue 1.ª vitória

França, Espanha ou Alemanha: qual é a principal favorita? A campeã do Mundo não impressionou na fase de grupos e vem de um desaire frente à selecção anfitriã.

Sami Khedira não coloca a ‘mannschaft’ entre os principais candidatos à vitória no Euro'2016, o médio da Juventus destaca que a Alemanha é o alvo a abater e isso pesa, e por outro lado não tem estado ao nível que se pretende. «Durante décadas, a Alemanha tem sido um dos favoritos mas, atualmente, a pressão é cada vez maior. Todos querem vencer os campeões do mundo, os nossos adversários vão dar tudo quando jogarem contra nós», disse o ex-Real ao Die Welt, acrescentando: "Temos de ser honestos, nas condições atuais, não podemos vencer o Europeu. As exibições nos últimos meses não foram boas o suficiente".

Chegou a ser associado ao Swansea - O técnico português José Morais, que foi adjunto de Mourinho no Chelsea, deverá assinar pelo Antalyaspor, anunciou hoje o clube, 11.º classificado no campeonato da Turquia. A equipa tem sido treinada por Samuel Eto'o, que desempenhou o papel de treinador-jogador após a saída de Yusuf Simsek, no último mês.

Spurs, numa semana em que se falou muito na hipótese de vencerem a Liga, estão agora a 6 pontos da liderança - No fecho da 20.ª jornada da Premier League, o Tottenham (quarto classificado) deslocou-se a Liverpool para jogar com o Everton (11.º à geral) e empatou 1-1. Um resultado que espelha o que foi o encontro, já que a equipa de Pochettino apesar de ter tido mais bola e ter acertado duas vezes nos postes, também podia ter sofrido o segundo golo por duas ocasiões (Besic e Barkley). Aaron Lennon, a passe de Lukaku, estreou-se a marcar pelo Everton no Goodison Park aos 22 minutos, mas Dele Alli empatou em cima do intervalo, assistido por Alderweireld, numa partida que fica marcada pelas excelentes exibições de Funes Mori e Besic (entrou muito bem) do lado do Everton e da dupla de centrais e Dele Alli (a continuar assim tem lugar cativo no Europeu) na equipa do Tottenham.

Vilacondenses desperdiçam a oportunidade de se isolarem no quarto lugar (continuam em 7.º); Petit consegue 1.ª vitória ao serviço dos Beirões e fica a 2 pontos do Boavista, apesar de continuar em último - Surpresa em Vila do Conde com o Rio Ave a perder por 2-3 frente ao último classificado, o Tondela. A equipa de Pedro Martins até começou bem, com Tarantini a marcar pouco depois da meia hora, mas na segunda parte Murillo, Wagner e Nathan Junior (fruto de um erro de Cássio) deram a volta ao resultado (1.ª vez que a equipa marca mais de 1 golo no campeonato). O Rio Ave, já depois de reduzido a 10 elementos por expulsão (em apenas 5 minutos) de Tarantini, ainda podia ter dado vida ao jogo, mas Ukra permitiu a defesa ao guardião Cláudio Ramos numa grande penalidade cometida por Luis Alberto, o que impossibilitou que o golo de Heldon (bom desvio a cruzamento de Yazalde), já no minuto 95, tivesse influência no resultado.

Etiquetas: