Recreativo também devolve guarda-redes ao Sporting; Argentina elege melhor seleção de todos os tempos

Concorda? A presença mais surpreendente é a de Redondo, que, apesar de ser um dos médios defensivos mais fascinantes na história do futebol, por uma questão de cabelo acabou por ter pouco impacto na Albiceleste (Simeone, por exemplo, não sendo um médio tão elegante, conquistou mais títulos e fez muito mais jogos pela selecção das Pampas).

A federação da Argentina (AFA), com a ajuda de 6 personalidades destacadas do futebol argentino, elegeu o melhor onze da seleção albiceleste de todos os tempos. Maradona, Passarella e Messi foram os únicos a entrar de caras, sendo acompanhados por Fillol; Zanetti, Perfumo, Tarantini; Brindisi, Redondo, Kempes e Batistuta. Basicamente a AFA recorreu a Carlos Ischia, Esteban Pogany, Ruben Insua, Diego Cocca, Ricardo Zielinski e Ricardo Rezza – que, ao longo do ano de 2015, foram publicando e justificando os respetivos onzes ideais na revista da AFA e, no final, juntaram-se todos para eleger a «seleção de todos os tempos». O júri começou por concordar na formação tática (4x3x3) e de colocar desde logo três indiscutíveis que estavam presentes em todos os onzes: Passarella, Maradona e Messi, depois juntou às 3 lendas elementos como Fillol, Tarantini e Kempes, que venceram o Mundial 78, Brindisi e Perfumo que são da geração anterior que esteve no Mundial 74, Zanetti, que é o jogador com mais internacionalizações, o príncipe Redondo e o goleador Batistuta.

Os leões, em vez de reduzir, estão a aumentar a lista de excedentários - Depois de Kikas, o guarda-redes Luís Ribeiro também rescindiu com o Recreativo de Huelva e foi devolvido ao Sporting. O jovem, de 23 anos, que estava no clube da II divisão B espanhola por empréstimo dos leões, foi utilizado em apenas dois jogos da II divisão B, onde a equipa de Huelva se destaca num modesto 13º lugar. Luís Ribeiro tem contrato com o o Sporting até 2018.


Etiquetas: ,