«Queremos ganhar o campeonato, a Liga Europa e a Taça de Portugal»

Nos últimos anos em Portugal nenhum treinador apresentou um discurso tão forte do ponto-de-vista académico numa apresentação (foi quase uma palestra). O ex-Sporting deu espectáculo, e demonstrou estar muito mais forte, pelo menos ao nível da comunicação. Veremos é se o nível dos seus argumentos no que diz respeito às pretensões que tem, e ideias que pretende passar, vão dar lugar à prática.

José Peseiro foi apresentado esta quinta-feira no Estádio do Dragão como novo treinador do FC Porto e manifestou o desejo de conquistar as provas que os 'dragões' estão a disputar. "Obrigado por terem confiado em mim, obrigado ao presidente por me ter convidado para este cargo. Tal como disse aos jogadores, queremos ser campeões, ganhar a Liga Europa, a Taça de Portugal", começou por dizer. O técnico português tentou vincar ainda que foi a 1.ª escolha. "Fui contactado depois do empate com o Rio Ave. Na manhã seguinte ao empate com o Rio Ave em casa. Fui contactado pelo presidente, que me perguntou se eu acreditava no projeto do clube e se me sentia motivado para vir e se estava disponível. Depois, ficámos de falar depois do jogo com o Boavista. Acreditei sempre que vinha para o FC Porto, mas ficaram só uns pormenores por afinar. É a verdade.", revelou. Quanto ao futuro, não revelando se já pediu reforços, destacou que não é melhor nem pior que Lopetegui mas que tem uma ideia de jogo diferente. "Há uma coisa que vão perceber. Eu venho com as minhas ideias. Não tenho que pegar nas ideias do antigo treinador porque não sou ele. Mudou o treinador. Tenho ideias sobre o jogo, sobre a liderança, sobre o treino... Sei das exigências. Não é difícil adaptar-me porque quero vencer. Como profissional, tenho acompanhado o FC Porto como clube vitorioso."

Etiquetas: