Torino garante avançado do Sevilha; Benfica com mais adeptos no estádio, Sporting e Marítimo com melhor média de ocupação

Para ser titular no Euro'2016? O italiano, melhor marcador da Série A em 2013-14, tem sido uma das principais desilusões no futebol europeu no último ano e meio mas a concorrência na Squadra Azzurra é fraca.

Ciro Immobile está de regresso onde foi feliz. O avançado, de 25 anos, foi emprestado pelo Sevilha ao Torino até final da época a troco de 1 milhão de euros, ficando o clube italiano com uma opção de compra de 11 ME. Immobile representou o Torino em 2013-14, tendo na altura conseguido o título de melhor marcador da Série A, mas no último ano e meio não se conseguiu afirmar: apenas 3 golos no Dortmund e este ano ainda só tinha apontado 2 na La Liga.

Quem vai terminar com melhor média? - O Benfica é o clube com mais adeptos de futebol em casa, com 406.145 na primeira volta, mas o Sporting tem melhor média de ocupação do estádio (74,38 por cento), segundo estatísticas hoje reveladas pela Liga. Em nove jogos, as 'águias' contabilizam uma média de 45.127 espetadores, acima dos 'leões' (37.222 de média, para um total de 297.776), que têm um jogo a menos no seu estádio, e do FC Porto (36.146 de média, para um total de 325.311). No total, a primeira volta teve 1.607.167 de espetadores. Em termos comparativos, o Sporting lidera na média de ocupação com 74,38 por cento, acima de FC Porto (72,24) e Benfica (69,81): os dados revelam ainda que o Marítimo tem 77,77, número que se justifica no facto de o estádio dos Barreiros ter estado em obras, o que limitou a lotação durante bastantes jogos. O Benfica participou nos dois jogos com maior assistência do campeonato, no derbi com o Sporting (63.054), derrota (3-0) à oitava jornada, e no arranque do campeonato, nos 4-0 sobre o Estoril (53.285). O 'clássico' Sporting–FC Porto (2-0) completa o pódio e foi presenciado por 49.382 espetadores, enquanto o FC Porto–Benfica (1-0) foi visto por 49.209, também muito próximo do quinto desafio com maior assistência, na estreia dos portistas na prova, vitória por 3-0 sobre o Vitória de Guimarães (48.509). O primeiro jogo sem um dos três maiores do futebol português surge apenas em 32.º lugar, o derbi minhoto Vitória de Guimarães–Sporting de Braga (0-1), presenciado por 19.545, seguindo-se o Sporting de Braga–Belenenses (4-0), no 35.º posto, com 14.239. A primeira jornada foi a que reuniu mais público, nomeadamente 150.296 espetadores no estádio, bem superior à oitava ronda (segunda no 'ranking' com 123.880), do Benfica-Sporting, e à terceira jornada(terceira classificada com 119,025), que também ficou distante da 10.ª (a quarta com 105.202). Nos 'rankings' negativos, o Estoril-Praia tem um acumulado de apenas 10.556 adeptos em oito jogos em casa, uma média de 16,49 por cento de ocupação, que supera o Belenenses (21.121), com 13,3 por cento, e a Académica (34.854), última com 13,03. Os 'canarinhos', que ainda não receberam qualquer ‘grande’, são secundados pelo Moreirense (já defrontou o FC Porto), que tem um acumulado de 15.023 (média de 30,52), com 1.878 por jogo. O registo revela que apenas sete equipas totalizam médias acima dos 5.000, nomeadamente Benfica (45.127), Sporting (37.222), FC Porto (36.146), Vitória de Guimarães (12.481), Sporting de Braga (10.819), Marítimo (5.600) e Boavista (5.224). Fonte: Agência Lusa

Etiquetas: ,