Pinto da Costa aborda aquisições de José Sá e Marega: "o guarda-redes já tinha acordo com outro clube"; Orlando Sá no Maccabi Telaviv

A dúvida é perceber se os dragões viram nos 2 jogadores prioridades para o reforço do plantel (e Marega é uma aquisição que faz sentido) ou se foi apenas uma maneira de fragilizar um rival.

Pinto da Costa já abordou as mais recentes contratações do FC Porto, José Sá e Marega, destacando a boa fé do líder do Marítimo no negócio.  «Não há negócios difíceis nem fáceis, há negócios que se fazem no momento próprio. Quando se lida com pessoas corretas e de boa-fé, torna-se mais fácil. Falei com o Carlos Pereira [presidente do Marítimo] durante o jogo, marcámos um encontro para o final, fomos jantar e nessa mesma noite ficou concretizado», referiu Pinto da Costa, em declarações ao Porto Canal. O líder dos dragões revelou ainda que Sá já tinha acordo com outro clube. "O José Sá disse logo que queria vir. Pediu apenas que o seu agente estivesse presente no momento de concretizar as condições, pois já tinha um acordo feito através do seu empresário, Jorge Mendes, com condições para outro clube e queria mantê-las. Caso as mantivessemos preferia o FC Porto. Felizmente o seu empresário esteve de acordo, fez a vontade ao jogador e assim ele assinou pelo FC Porto", referiu.

Até passa para uma equipa que ainda este ano esteve na Champions mas deve ter saído de vez da órbita da selecção - Orlando Sá, que estava no Reading, do Championsphip, assinou um contrato válido até 2018 com o Maccabi Telaviv, de Israel, numa transferência que terá rondado os 1,5 milhões de euros. O avançado internacional português, de 27 anos, que apontou 5 golos no emblema do 2.º escalão do futebol inglês, vai assim conhecer o 4.º clube diferente nos últimos 2 anos, depois de AEL Limassol e Legia de Varsóvia.

Etiquetas: