Bournemouth garante Grabban por 10 ME; Bis de Bruno Moreira deixa Paços a 1 ponto do Braga; Clubes da II Liga fazem acordo com a MEO de três épocas por 500 mil euros

Para vincar o enorme poder de comprar dos clubes ingleses. Como é que um avançado que só marcou 1 golo este ano, ainda pouco ou nada fez na Premier League, e só tinha 3 jogos a titular no campeonato, pode protagonizar uma transferência por estes valores? Mas até se percebe a opção dos Cherries, já que Grabban teve uma excelente passagem pelo clube (35 golos em duas épocas) e foi inclusive considerado o melhor jogador em 2013-14.

O Bournemouth está a ser o principal animador do mercado de transferências até ao momento. Depois de ter garantido o empréstimo de Juan Iturbe e a contratação de Benik Afobe por 16 milhões de euros o actual 16.º classificado da Premier League garantiu hoje o regresso de Lewis Grabban, que estava no Norwich, por 10 Milhões. O avançado, de 28 anos, já representou os Cherries entre 2012 e 2014, tendo saído no principio da época passada para o Norwich a troco de 6 milhões de euros, sendo que agora regressa depois de uma 1.ª metade de temporada pouco feliz, com apenas 1 golo marcado. Com este encaixe os Canários vão tentar a aquisição de Steven Naismith, do Everton.

Paços termina a 1.ª volta em 5.º a 1 ponto do Braga; Sadinos em 9.º - No fecho da jornada 17, o Paços de Ferreira bateu o Vit. Setúbal por 2-1 e consolidou a candidatura a um lugar euorpeu. Num jogo que opunha duas das melhores formações da Liga, os pacenses adiantaram-se logo aos 2 minutos, por intermédio do inevitável Bruno Moreira (bom centro de Góis), que parece estar de saída. No entanto, os visitantes não acusaram o golo, assumiram o controlo do jogo e sem surpresa André Claro fez o empate. No segundo tempo, Jorge Simão lançou Edson Farías e colocou Diogo Jota a 10 e  o extremo arrancou uma grande penalidade pouco depois da hora de jogo. Na conversão, Bruno Moreira bisou e fez o 2-1. Até final, os sadinos tentaram reagir, mas Vasco Costa e Costinha não revelaram acerto na finalização, tendo ainda Rúben Semedo, que até realizou um bom jogo, sido expulso. Destaque para as exibições de Hélder Lopes e Bruno Moreira na equipa da casa (Marafona também voltou a ser decisivo), enquanto que no conjunto de Quim Machado André Claro e Fábio Pacheco foram as melhores unidades.

Bom negócio? - A Comissão da II Liga acordou a venda dos direitos de televisivos com a MEO nas próximas três épocas, sendo que cada clube vai receber 500 mil euros, segundo o presidente da Oliveirense, José Godinho. O dirigente, que é também presidente da Comissão de clubes da II Liga, admitiu, em declarações à agência Lusa, que "o acordo é de 500 mil euros por ano, por cada clube, e inclui a venda dos direitos televisivos e de publicidade nas costas da camisola". "Além disto, os dois clubes que garantirem a subida vão passar a receber 3,5 milhões de euros", acrescentou. Neste acordo, a operadora “fica obrigada a transmitir jogos da II Liga, embora ainda não esteja definido em que plataforma, e fica previsto também que, se conseguir vender os jogos para o mercado asiático, os clubes terão direito a 30 por cento do valor desse negócio". José Godinho explicou ainda que as negociações já estavam a decorrer há algum tempo e com um valor superior ao que ficou agora estipulado - 600 mil euros. No entanto, cinco clubes (Desportivo de Chaves, Farense, Académico de Viseu, Famalicão e Desportivo das Aves) fecharam o acordo de forma individual, com a colaboração da Liga de clubes, por 500 mil euros, "uma situação que obrigou à revisão do acordo". Fonte: Agência Lusa

Etiquetas: , ,