«Guardiola? No Bayern e Barça até o meu avô vencia»; Nápoles na liderança, Juventus já é 2.º; Atlético volta a ultrapassar o Barça; Valencia afunda; Feirense e Gil triunfam na II Liga

Por onde passa o futuro do costa-marfinense (dificilmente vai coincidir com Pep nos Citizens)? É um dos melhores jogadores do Mundo, com bola há poucos médios com a sua qualidade, e junta a essa aptidão uma capacidade goleadora fora do normal (ainda há 2 anos foi o 3.º melhor marcador da Premier League), o problema é que não pressiona, tem uma reacção à perda lenta, despreocupada, e é péssimo na transição defensiva, e isso para Guardiola, que já tinha dado o aval para a sua saída do Barça, não dá. 

Pep Guardiola deve assumir o comando técnico do Man City na próxima época e isso é uma péssima noticia para... Yaya Touré. Algo que foi reconhecido pelo próprio empresário do médio, que numa entrevista à imprensa inglesa fez vários reparos ao actual treinador do Bayern. "Não sei quais são os planos do Guardiola, mas depois do que aconteceu no Barcelona, claro que é um problema que Guardiola chegue e Yaya tenha de se ir embora. Tanto eu como o Yaya esperamos que isso não aconteça”, disse Dimitri Seluk. O empresário foi mais longe nas criticas, e até considera que Guardiola é sobrevalorizado. "Pep é um grande treinador, alguém que ganhou títulos com o Barcelona e o Bayern Munique. Mas a realidade é que o meu avô podia ter ganho títulos com o Barça e Bayen, já que são clubes importantes com jogadores de primeiro nível. Gostava de ver o Pep a tomar as rédeas de um clube que esteja na oitava ou nona posição que fizesse dele campeão”, comentou.

Colchoneros provisoriamente na liderança; Submarino Amarelo imparável; Valencia vai de mal a pior - O Atl. Madrid venceu, em Vigo, o Celta por 2-0 e subiu ao 1.º lugar da La Liga, com mais 2 pontos que o Barça e 4 que o Real. O jogo viu, como se previa, mais bola do lado do Celta, mas o Atlético, apesar de criar poucas oportunidades (a equipa de Simeone tem agora 27 golos marcados, contra 44 e 52 de Barça e Real Madrid), foi mais eficaz, voltou a não sofrer golos (registo impressionante de 8 golos sofridos... os centrais têm estado impecáveis) e somou mais 3 pontos. Com Jackson a entrar apenas aos 76 minutos, os golos viriam a ser marcados por Griezmann e Carrasco (substituiu o reforço Augusto Fernández na segunda parte). Quem também não descola da frente é o Villarreal (4.º, a 1 ponto do Real), que somou a sua 6.ª vitória consecutiva, ao bater, no El Madrigal, o Sporting Gijón por 2-0 (bis de Bakambu nos golos, bis de Soldado nas assistências). Pior vai o vizinho Valencia, que pelo 8.º jogo seguido, não conseguiu vencer e desceu para o 12.º lugar. Os Che foram derrotados no País Basco pela Real Sociedad por duas bolas a zero. Com Bruma 91 minutos em campo, Jonathas viria a marcar os dois golos da vitória, embora tenha sido o lateral Carlos Martínez (duas assistências e uma bola nos ferros) o principal destaque do jogo. A equipa de Gary Neville esteve mal e bem pode agradecer a Jaume não ter saído do Anoeta com um resultado pior. Sem André Gomes, ausente por lesão, Enzo subiu aos 11, mas viria a ser substituído aos 57 minutos, quando ainda estava 0-0 no marcador (aliás, Neville aos 70, com nulo no marcador, já tinha esgotado as alterações). Nos outros encontros, o Eibar venceu o Espanhol por 2-1 e subiu aos lugares europeus, já o Las Palmas-Málaga terminou com uma igualdade a 1.

Candidatos não vacilam - Feirense (2-0 ao Sporting B, num jogo em que a equipa da casa falhou 2 penaltis, e os leões acabaram reduzidos a 9) e Gil Vicente (1-0 em Mafra) responderam bem às vitórias de ontem de Chaves e Portimonense e voltaram a deixar tudo na mesma na luta pela subida. De resto, num dia só com vitórias, o Aves foi à Covilhã vergar o Sporting local por 3-0, o Varzim venceu pela margem mínima na curta deslocação a Famalicão, mesmo resultado repetiram Leixões (na receção ao Penafiel) e Farense (que recebeu o Ac. Viseu). Por fim, destaque para a segunda vitória consecutiva do Santa Clara (2-0 ao Vitória B) e para o adiamento do Freamunde-Atlético.

Num dia só com vitórias das equipas visitantes, o Nápoles (com Higuaín a igualar Aubameyang no topo da corrida pela Bota de Ouro, com 18 golos) aproveita segunda derrota consecutiva do Inter em casa para terminar a primeira volta no primeiro lugar, estando a Juve a apenas 2 pontos da liderança - Mudança de líder na Série A, com o Nápoles ultrapassar o Inter e a obter o simbólico título de campeão de Inverno. O conjunto de Sarri foi ao terreno do Frosinone golear por 5-1, num encontro em que a figura foi Higuaín, com um bis (o segundo golo é “Maradoniano”), tendo já o ex-Real 18 golos no campeonato. Os restantes golos dos homens do Sul de Itália foram da autoria de Albiol, Hamsik e Gabbiadini (golaço num remate ao ângulo), tendo Sammarco reduzido para os locais. O anterior líder, o Inter, foi derrotado em casa pelo Sassuolo por 1-0. Berardi, de penalty e já nos descontos, foi o autor do único golo da partida, estando o conjunto de Mancini agora 2 pontos do Nápoles, ao passo que o Sassuolo continua a sua bela campanha, estando em sexto, mas com um jogo a menos (se vencer essa partida em atraso apanha a Roma). Já a Juventus, agora em 2.º com os mesmos pontos do Inter, alcançou a nona vitória consecutiva, deslocando-se a Génova para bater a Sampdoria por 2-1. Num jogo muito duro, a Vecchia Signora colocou-se em vantagem aos 17’ por Pogba, tendo Khedira, após bela assistência de Dybala, feito o 2-0. Aos 64’ Cassano reduziu, tendo a equipa da casa pressionado até final em busca do empate mas indo mesmo a vitória para os campeões em título . Nos restantes encontros, o Palermo derrotou o Hellas Verona (já a 11 pontos da salvação e ainda sem vitórias) por 1-0 (golo de Vazquez), o Empoli (com Mário Rui em campo os 90 minutos) bateu o Torino também pela margem mínima (marcou Maccarone), o Chievo venceu o Bologna também por 1-0 (Destro falhou um penalty e Simone Pepe deu a vitória aos visitantes) e o Génova ganhou no terreno do Atalanta por 2-0 (tentos de Dzemaili e Pavoletti).

Etiquetas: , , ,