Rui Barros descai-se: "Gostaria de sair com uma vitória"; Barça dá 6 (Suárez fez hattrick, Messi saiu ao intervalo, catalães jogaram 86' contra 10) mas Atlético não deixa a liderança; Paulo Sousa mais distante do 1.º lugar

Barça com tarefa muito facilitada por expulsão aos 4 minutos; Suárez isolado no topo dos goleados da La Liga, com 18 golos, Neymar voltou a brilhar e já tem 9 assistências (nas principais ligas europeias só ao Ozil supera o brasileiro), Messi saiu ao intervalo por precaução; Atlético continua líder, e com um registo defensivo brutal (apenas 8 golos sofridos).

Tudo na mesma no topo de La Liga, com Atlético e Barcelona a conseguirem resultados confortáveis nos seus compromissos. Em Camp Nou, os Culés derrotaram o Atlhetic Bilbao por 6-0, num jogo marcado pela expulsão de Irairoz logo aos 4 minutos por derrubar Suárez dentro da área. Na conversão da grande penalidade, Messi não desperdiçou e iniciou a goleada, a qual foi ampliada aos 31' por Neymar (excelente finalização). Ao intervalo, Messi foi substituído (segundo o que o Barça comunicou não é nada grave), mas mesmo assim os golos foram continuando a surgir, com Suárez e Rakitic a marcarem o terceiro e o quarto (ambos primorosamente servidos por Neymar), tendo o Uruguaio feito mais tentos para selar o seu hat-trick pessoal e o 6-0. Já o Atlético foi até ao terreno do Las Palmas vencer por 3-0. Na primeira parte Felipe Luís, com um remate colocado de pé esquerdo, fez o 1-0 e aos 68' e aos 89' Griezman bisou e fechou o marcador

Pinto da Costa já devia ter resolvido este dossier? - Rui Barros, quase sem querer, admitiu que vai deixar o cargo de treinador interino. O antigo jogador dos azuis e brancos disse no final da derrota em Guimarães que "gostava de se despedir com uma vitória", apesar de mais tarde acrescentar que ainda não sabe o que vai acontecer no futuro. "A frustração pela derrota é maior por falharmos a aproximação ao líder, o primeiro da classificação tinha perdido dois pontos nesta ronda. Mas ainda falta muito campeonato e estamos na luta. A derrota é complicada de digerir. Mas no FC Porto quando perdemos, perdemos todos. Gostaria de sair com uma vitória, mas importante era conseguirmos os três pontos", afirmou. "Se é o fim do meu ciclo? Não sei. Vamos ver o que será o futuro. Tenho de dizer que os jogadores fizeram tudo em campo para ganhar este jogo", acrescentou.

Sem reforços (e os adeptos são os primeiros a pedi-los... curiosamente até estão a perder alguma paciência pelo clube estar à espera da “generosidade” do Benfica) os Viola não vão lá - A Fiorentina perdeu frente ao AC Milan, no San Siro, por 2-0, e está agora em 4.º a 6 pontos do líder Nápoles. Apesar do domínio da equipa de Paulo Sousa (quase 70% de posse e 14 remates contra 4), os milaneses criaram as melhores oportunidades do jogo, das quais concretizaram duas, contra 0 chances da equipa de Florença. Carlos Bacca, numa jogada individual onde deixou Tomovic pregado, abriu o marcador, tendo Kevin-Prince Boateng (esteve quase para ser reforço leonino) ampliado na segunda parte, depois de ter fintado o guarda-redes Tatarusanu.

Etiquetas: , ,