«Fi-lo sair da toca. Agora é que eu o quero ver, naquele Ferrari»; Ex-Liverpool derrota Boavista; Sp. Braga, Arouca, Vit. Guimarães e Paços também vencem

O Benfica é o principal rival do Sporting na luta pelo título? Rui Vitória além de estar numa sequência de bons resultados com o seu discurso parece ter ganho pontos junto da massa adepta encarnada, e é natural que este conjunto da Luz vá crescendo ao longo da época (até pelos regressos de Luisão, Semedo, Gaitán e Salvio), e do outro lado da 2.ª circular parecem ter isso em conta.

Como se esperava, Jorge Jesus respondeu a Rui Vitória, referindo que não considera o timoneiro das águias sequer um treinador. «Como eu não o qualifico como treinador, não sou mau colega. Para ser qualificado como treinador tem que fazer muito mais», começou por dizer Jesus, depois da vitória frente ao Vit. Setubal. «Estas situações fazem parte do futebol. Fi-lo sair da toca. Um treinador de uma equipa grande como o Benfica tem de se assumir. Agora é que eu quero ver, naquele Ferrari... Se faz como estamos a fazer com o Ferrari do Sporting». Já sobre a obsessão pelo Benfica, o treinador dos leões, depois de ter dito na flash que «continua obcecado pelo Benfica, pelo FC Porto... pelos meus grandes rivais. Na tentativa de ver o valor deles. E é por isso que já ganhei três vezes ao Benfica, por estar obcecado com eles. Tem-me dado essa vantagem», acrescentou na conferência de imprensa que: «a obsessão leva-te a vários significados. Eu vivo para o meu trabalho, sou obcecado pelo meu trabalho. O Sporting hoje esteve bem, mas isso não garante mais nada. Se formos falar de treinadores... É melhor eu estar calado. Treinadores... Mas estamos a brincar ou quê?!».

Vitórias tranquilas de Sp. Braga e Paços; Triunfos mais sofridos de V.Guimarães e Arouca, enquanto que o ex-Liverpool Toni Silva já decide no União - Em dia de Reis, Vit. Guimarães e Moreirense proporcionaram um belo espetáculo, tendo o conjunto de Conceição vencido por 4-3. Rafael Martins deu vantagem aos da casa, mas Dourado (bisou), Ricardo Valente e Luís Rocha deram a volta ao marcador, de nada valendo os golos de Iuri Medeiros e Boateng e a pressão final do conjunto de Miguel Leal. Mais tranquilos foram os triunfos de Sp. Braga sobre a Académica (3-0) e do Paços em Tondela (0-2). Nuno Piloto foi expulso aos 28 minutos e facilitou a tarefa aos Gverreiros, tendo Hassan bisado (muita classe no primeiro) e Stojiljkovic voltado a faturar, enquanto que Bruno Moreira e Jota ofereceram os três pontos aos castores. Por outro lado, o Arouca derrotou o Estoril por 1-0 (David Simão, que está a reaparecer, permitiu o triunfo) e o União derrotou o Boavista também pela margem mínima, graças a um tento do reforço Toni Silva. Por fim, Belenenses e Nacional empataram a 2 no Restelo. Luís Aurélio deu vantagem à turma de Manuel Machado, mas Kuca empatou, tendo, na segunda parte, Boubacar e Tiago Caeiro fixado a igualdade.

Etiquetas: , ,