Barcelona escorrega; Arsenal isolado (Cech fez a diferença); Leicester travado; Van Gaal ganha margem

O Barça teve oportunidades para marcar (Messi e Suarez acertaram nos ferros), mas o Espanhol, pela forma agressiva e concentrada como se apresentou (sendo que ainda foi assustando Bravo), também merece o ponto conquistado. Veremos se Atlético (recebe o último Levante e pode passar para a frente) e Real (vai ao Mestalla e pode igualar o Barça) aproveitam este deslize.

O Barcelona não conseguiu bater o Espanhol no derby da Cidade Condal, empatando a zero. Este é o terceiro empate nos últimos quatro jogos dos Culés na La Liga, o qual poderá levar à perda da liderança na competição para o Atlético de Madrid. Quanto à partida,  o Espanhol começou muito intenso e agressivo, com uma pressão que ia incomodando o Barça e impedindo que os Culés se aproximassem da sua baliza. Com efeito, na primeira meia hora só Jordi Alba criou algum perigo para a baliza de Pau Lopéz, sendo que aos 25’ foi Piqué a ter de afastar em cima da linha de golo uma bola cabeceada por Álvaro e desviada por Bravo. Aos 36’, Messi mandou um livre à barra, naquela que foi a mais clara ocasião dos visitantes no primeiro tempo. Na segunda parte, o Barça entrou mais forte, dominando a partida e encostando o Espanhol à sua própria área, mas o domínio não se materializava em muitas oportunidades de golo. Ainda assim, Suárez mandou ao poste e Neymar e Messi também podiam ter marcado, sendo que o Espanhol também podia ter marcado, nomeadamente por Hernan Perez, que após bela incursão pela direita tirou tinta ao poste direito de Bravo. Na parte final, apesar do forcing da equipa de Luis Enrique, até foram os homens da casa a estar mais perto do golo, mas, apesar de algumas situações de transição em igualdade ou até superioridade numérica, faltou maior capacidade para definir os lances e o nulo não se alterou.

Wenger, com muita estrelinha, entra em 2016 isolado na liderança da Premier League; Van Gaal vai finalmente ter uma semana tranquila; Aston Villa cada vez mais último - Não foi fácil, talvez nem justo, mas o Arsenal bateu o Newcastle, por 1-0, e isolou-se na liderança do campeonato inglês. Koscielny, na sequência de um canto, aos 72 minutos marcou o único golo, numa partida em que até ao tento do francês praticamente só tinha dado Newcastle, que por intermédio de Wijnaldum (grande exibição) e Mitrovic foi tendo várias oportunidades para marcar, valeu aos Gunners a bela exibição de Cech; Nos outros confrontos da tarde, o Man Utd, com golos de Martial e Rooney, bateu o Swansea, por 2-1 (Sigurdsson tinha empatado para os Swans) e subiu ao 5.º lugar; Já o Leicester não foi além do nulo frente ao Bournemouth, resultado que afastou a equipa de Mahrez e Vardy do 1.º lugar (ficou a 2 pontos do Arsenal); Nota ainda para as vitórias caseiras do Norwich (1-0 ao Southampton) e WBA (2-1 ao Stoke). No duelo entre os 2 últimos, o Sunderland bateu o Aston Villa, por 3-1, e deixou os Villans ainda mais no fundo da Premier League. 

Etiquetas: , , ,