«Jackson é um dos melhores avançados a jogar na Europa, para não dizer o melhor»; Cavs despedem Blatt; Lewandowski dá vitória ao Bayern; Académica perde em Setúbal; Sunderland contrata guarda-redes de 40 anos

Inesperado (mas já tinha acontecido o mesmo com Mike Brown). Apesar de nunca ter sido consensual (muitos até referem que é LeBron a dar a táctica), liderava a Conferência e, apesar da sova frente aos Warriors, até vem de uma vitória diante dos Clippers e de uma série de 11 triunfos nos últimos 13 jogos (apesar de ficar a ideia que a equipa não tem soluções para contrariar os campeões e os Spurs).

Os Cleveland Cavaliers despediram David Blatt e deram o comando técnico da equipa ao até agora adjunto Tyronn Lue. Blatt, que fez carreira como treinador no basquetebol europeu, na época passada, no seu ano de estreia da NBA, levou os Cavs à final e esta época liderava a Conferência Este. 

Cha Cha Cha não marca desde Outubro, mas parece ter o apoio da direcção, isto depois da imprensa espanhola ter revelado nos últimos dias que os colchoneros rejeitaram uma proposta de 30 ME do Tottenham pelo seu concurso - Jackson não está a corresponder às expectativas, apenas 3 golos esta época, mas Enrique Cerezo, presidente do Atlético Madrid, desdramatiza e até diz que o colombiano é dos melhores da actualidade. «Jackson Martínez é uma estrela, todos queremos que marque na segunda volta os golos que não marcou na primeira. É um dos melhores avançados a jogar na Europa, para não dizer o melhor», argumentou o dirigente. Quem também está numa fase negativa é Fernando Torres, não sendo ainda certa a sua continuidade no Vicente Calderón. «Estamos encantados com ele, é uma das nossas estrelas, mas há que recordar que é jogador do Milan e está emprestado ao Atlético Madrid. Estamos a analisar a situação. Temos vários problemas para resolver, entre os quais a sanção da FIFA», explicou.

Resposta à saída de Pantilimon para o Watford - Steve Harper, que esteve ligado ao rival Newcastle durante 20 anos, é reforço do Sunderland até final da época. O guardião, de 40 anos (nasceu em 1975), estava livre depois de nas últimas temporadas ter representado o Hull City. 

16.ª vitória em 18 jogos; Muller esteve nos 2 golos mas o protagonista foi Lewandowski - No 1.º jogo da Bundesliga depois da pausa de Inverno, o Bayern de Munique consolidou a liderança do campeonato ao bater, fora, o Hamburgo, por 2-1. Lewandowski abriu o marcador através de um penalti (falta sobre Muller) na 1.ª parte, e bisou no 2.º tempo ao desviar um remate de Muller já depois de Xabi Alonso, com um golo na própria baliza ter empatado para os anfitriões. 

O Vitória somou apenas o segundo triunfo em casa, mas Quim Machado continua a realizar um bom trabalho com um plantel com poucos recursos, enquanto que Rafa se estreou na Briosa - Na abertura da jornada 19 da I Liga, o Vitória de Setúbal venceu a Académica por 2-1 e subiu, à condição, ao 8.º lugar, já os estudantes sabem que vão terminar a ronda em antepenúltimo. Num encontro equilibrado e, apesar de ambas as equipas concederem espaço ao adversário, sem muitas oportunidades, os sadinos acabaram por se superiorizar, voltando a vencer no Bonfim mais de três meses depois. Mohcine Hassan, aposta para o ataque, inaugurou o marcador na primeira parte, mas Nuno Piloto, numa oferta de Ruca, igualou o encontro na segunda. No entanto, Quim Machado queria mais do jogo e as suas alterações produziram efeito, ao contrário das substituições operadas por Gouveia. Miguel Lourenço ajudou a equilibrar o miolo e Gorupec deu outra profundidade ao corredor direito, sendo que o lateral acaba por ficar ligado à vitória, assistindo Arnold que bateu Trigueira aos 84 minutos. Destaque, na formação da casa, para as exibições de Rúben Semedo (o melhor em campo, com vários cortes de qualidade e oferecendo a sua capacidade na saída de bola), naquele que pode ter sido o seu último jogo com a camisola dos sadinos, Hassan (poderá ser uma alternativa interessante a Suk, sendo igualmente rápido e denotando alguns pormenores técnicos interessantes) e André Horta (tem uma missão complicada naquele meio-campo de apenas duas unidades, mas está cada vez mais completo). Por outro lado, os Estudantes tiveram igualmente bons momentos na partida, sendo que Rafa teve uma estreia discreta. Destaque para Nuno Piloto, que marcou e foi importante na luta a meio-campo, enquanto que Trigueira alternou boas defesas com momentos de insegurança. Por outro lado, as unidades ofensivas estiveram bastante desinspiradas, sobretudo Rafael Lopes e Ivanildo (demasiado agarrado ao esférico), que viu o quinto amarelo e falhará a partida de Alvalade na próxima ronda.

Etiquetas: , , ,