Chelsea mesmo em crise complica a vida a Wenger: Leicester é líder isolado; Jogo de loucos no Restelo; Atl.Madrid travado

Imagem: Daily Mail
Nos últimos 8 jogos os Gunners só por uma vez conseguiram marcar à antiga equipa de Mourinho (sendo que já vão no 6.º jogo em branco frente ao rival para o campeonato); Expulsão de Mertesacker, aos 18 minutos, condicionou o jogo. Leicester, e já estamos na 23.ª jornada, isolado na liderança, com mais 3 pontos que o City e Gunners, sendo que o Tottenham está a 5 pontos.

Mesmo em crise (apenas uma vitória nos últimos 5 jogos para a Liga), o Chelsea foi vencer ao Emirates (1-0)e provocou a queda do Arsenal do 1.º para o 3.º lugar da Premier League (em igualdade pontual com o City). O único golo do encontro foi marcado por Diego Costa, aos 23 minutos, já com os gunners reduzidos a 10 unidades depois da expulsão de Mertesacker aos 18'. Wenger optou por retirar Giroud e deixar a equipa sem referência ofensiva, e até ao intervalo o controlo do jogo pertenceu à turma de Guus Hiddink, apesar de Flamini ter desperdiçado uma boa oportunidade. Na segunda parte, o Arsenal não teve grande capacidade de reagir à desvantagem e até podia ter sofrido uma derrota com outros números, não fosse alguma displicência do Chelsea na parte final. Num jogo com poucos destaques individuais, nota para a entrada de Hazard apenas aos 77 minutos (o belga não está a ter mais protagonismo depois da saída de Mourinho). No outro jogo da tarde, o Swansea distanciou-se dos lugares de descida (tem agora mais 4 pontos que o Newcastle) ao vencer, fora o Everton, por 2-1. Gylfi Sigurdsson e André Ayew marcaram para os visitantes, num jogo em que Éder entrou no minuto 89.

Jogo de Camp Nou pode ser decisivo (se o Barça vence esse encontro e o jogo em atraso cava uma diferença de 6 pontos) - O Atlético não foi além do nulo na recepção ao Sevilha e vai mais pressionado ao terreno dos catalães, já na próxima jornada. A equipa de Simeone, que agora divide o 1.º lugar da La Liga com o Barcelona (as duas equipas tem 48 pontos), esteve quase sempre por cima do encontro, mas não conseguiu aproveitar as oportunidades de que dispôs e nem a expulsão de Vitolo, à passagem dos 60 minutos, permitiu que o marcador fosse desbloqueado.

Grande jogo no Restelo; Belenenses, finalmente mais próximo do nível do plantel, merecia a vitória (apesar de a última oportunidade ter sido do Vitória); Trabalho de Velázquez já se nota - O Belenenses e o Vitória protagonizaram um excelente espectáculo e repartiram pontos, fruto de um resultado de 3-3. Os azuis chegaram ao 2-0, com golos de Miguel Rosa e Bakic, mas um golo de Saré e um auto-golo de Filipe Ferreira levaram a partida empatada para o intervalo. Na segunda metade, a turma de Velázquez voltou à liderança do marcador graças a um golo de Ortuno, mas Henrique estabeleceu o resultado final. 

Etiquetas: , , , ,