Van Gaal não faz melhor que Mourinho; Yaya salva City nos descontos; Palace e Watford continuam na luta pela Europa; Leverkusen humilha o M’gladbach

Van Gaal, que já estava a ser muito contestado pelos adeptos, complica o seu futuro ao serviço dos Red Devils; O holandês parece não ter condições para inverter a situação, a menos que o Pai Natal seja muito generoso, mas se a ideia for dar continuidade à política de contratações dos últimos anos, o dinheiro de pouco irá servir; City, apesar de não ter jogado bem, regressa à liderança da PL, ainda que à condição; Palace e Watford continuam a surpreender; Dupla Lukaku-Deulofeu voltou a funcionar mas desta vez não chegou.

Que semana para o Bournemouth. Os Cherries, que tem um dos orçamentos mais baixos da Premier League no espaço de 8 dias derrotaram os poderosos Chelsea... e Man Utd. Depois do triunfo em Stamford Bridge o Bournemouth castigou o Man Utd (2-1), subindo assim ao 14.º lugar com mais 1 ponto que o Chelsea. Os anfitriões entraram no jogo praticamente a ganhar com um golo de Stanislas logo aos 2 minutos, Fellaini ainda empatou na 1.ª parte, mas King num canto, aos 54, fez o 2-1. Nos últimos 30 minutos o Man Utd, que hoje não contou com vários titulares, tentou chegar ao empate, mas nunca deu a ideia de ter capacidade para o conseguir. Martial falhou uma das poucas oportunidades, mas o lance de golo mais flagrante no 2.º tempo até pertenceu a Glenn Murray, que na cara do espanhol De Gea atirou por cima quando estava em excelente posição. Com esta derrota, o Man Utd vai continuar em 4.º lugar, sendo que pode ser alcançado pelo Tottenham. Nos outros jogos, o Man City sofreu mas conseguiu derrotar o Swansea (2-1). Bony marcou na 1.ª parte, mas Gomis, numa fase em que os Swans já mereciam, empatou nos 90, no entanto Yaya com um grande remate, a bola ainda toca em Iheanacho, passado 2 minutos, garantiu o triunfo e colocou a equipa de Pellegrini com os mesmos pontos do Leicester. Boa jornada também para o Crystal Palace, que derrotou o Southampton com 1 golo de Cabaye e segurou o 6.º lugar; Quem também está perto da Europa é o Watford, que venceu, fora, o Sunderland (golo de Ighalo) e está só a 1 ponto do Top 6. Já o Norwich e Everton empataram 1. Lukaku, com uma assistência do inevitável Deulofeu, abriu o activo, mas Hoolahan empatou no principio da 2.ª parte. Empate também, mas a 0, no entre o West Ham e o Stoke.

Chicharito, que vendo por esta perspectiva (apesar de este tipo de análise, devido ao contexto, nem sempre ser justa), está a fazer falta ao Man Utd, é neste momento um dos avançados em melhor forma na Europa (nos últimos 12 jogos marcou 15 golos) - O Leverkusen, que até vinha de uma fase complicada, tirou a "barriga de misérias" ao golear o Borussia Mönchengladbach, por 5-0. O conjunto de Roger Schmidt, com um Chicharito insaciável (fez um hattrick), deu um autêntico festival, e depois de  Kießling ter inaugurado o marcador na 1.ª parte, no 2.º tempo esmagou com mais 4 golos sem resposta. Chicharito fez o 2-0 de forma espectacular, depois Kießling bisou, tendo Chicharito, primeiro com um míssil e depois na sequência de uma jogada entre Kampl e Bellarabi, juntado mais 2 golos à sua conta pessoal.

Etiquetas: ,