Treinador português apontado ao Swansea; Atlético não aporveita ausência do Barcelona; Rafael Martins bisa pelo Moreirense, André Claro também marca 2 no triunfo do Vit. Setúbal; Feirense e Sporting B derrotados na II Liga; FC Porto vence Clássico no Andebol; Inter desliza e Paulo Sousa fica a 1 ponto (Nápoles e Juventus também estão na luta)

Parece absurdo mas no futebol tudo é possível, como recentemente demonstrou o Valencia quando apostou em Neville.

De acordo com a imprensa inglesa, o Swansea está avaliar a aposta no técnico português José Morais. O emblema da Premier League que está no mercado por um treinador desde que despediu Monk - Bielsa tem sido o nome mais falado mas o argentino parece mais inclinado a regressar à selecção chilena - já terá mesmo entrado em negociações com o ex-adjunto de Mourinho, sendo que a ligação a Jorge Mendes a juntar ao excelente feedback que Mou passou ao presidente do Swansea sobre José Morais poderá facilitar a sua contratação, apesar de no clube muitos torcerem o nariz a esta opção. José Morais começou a sua carreira de treinador nas camadas jovens do Benfica, tendo orientado equipas em países como a Alemanha, a Suécia, a Arábia Saudita, o Iémen ou Jordânia, até que na temporada 2009-10 foi escolhido por Mourinho para suceder a André Villas-Boas como observador. Nos últimos anos passou pelo Al-Shabab (Arábia Saudita) e Espérance de Tunis (Tunísia), tendo regressado esta época ao Chelsea para voltar a trabalhar com Mou.

Sadinos em 6.º; Tondela cada vez mais no fundo - O Vitória de Setúbal deslocou-se ao reduto do Tondela e venceu por 3-1, resultado que permitiu subir, à condição, ao 6.º lugar. André Claro abriu o ativo logo aos 3 minutos, Guzzo, 2 minutos volvidos, podia ter feito o empate, mas falhou o penálti, não perdoando André Horta, que aos 15’, aumentou para 2-0. Nathan Junior, pouco depois, ainda reduziu, mas novamente André Claro (desta feita da marca de grande penalidade) bisou e consumou o resultado final ainda antes do intervalo. No outro jogo do dia, o Moreirense (que continua a recuperar) bateu o Nacional em casa por 2-0. Rafael Martins bisou ainda na primeira parte e colocou a equipa orientada por Miguel Leal a apenas 1 ponto do rival de hoje, mas já com mais 4 pontos do que Académica e Boavista.

Colchoneros perdem a hipótese de se isolarem na liderança do campeonato, aproveitando a participação do Barça no Mundial de Clubes; Já o Celta e o Villarreal continuam a fazer campanhas sensacionais - O Atlético de Madrid foi derrotado na deslocação ao terreno do Málaga por 1-0, não conseguindo descolar do Barça na liderança de La Liga e permitindo a aproximação do Real Madrid, agora só a 2 pontos dos homens de Simeone. Após uma primeira parte sem golos, Gabi viu dois amarelos em 5 minutos e foi expulso aos 56', passando o Málaga a pressionar os Colchoneros, que ainda assim podiam ter marcado (Kameni evitou o golo a Torres), até que, já com Duda em campo, Charles, com bastante sorte à mistura, fez o único golo da partida aos 86'. Já o Celta conservou o seu excelente quarto lugar, graças a uma vitória por 2-0 no terreno do Granada (Orellana e Aspas fizeram o resultado na primeira parte). Outra excelente campanha é a do quinto classificado, o Villarreal, que foi ao Anoeta derrotar a Real Sociedad por 2-0 (bis de Dennis Suarez). Finalmente, o Atlhetic derrotou o lanterna vermelha Levante também por 2-0, com golos de San José e Inaki Williams

Série A vai para o Natal ao rubro: os 5 primeiros estão separados por 4 pontos, sendo que Paulo Sousa está só a 1 ponto da liderança e a Juve continua a sua “remontada”, estando já só a 3 pontos do 1.º lugar - O Inter de Milão, ainda líder, vacilou na luta pelo Scudetto, sendo derrotado em casa pela Lázio (que até vinha de um mau momento) por 2-1. Logo aos 5 minutos Candreva abriu o marcador num bom remate à entrada da área, Icardi ainda empatou aos 61’ mas aos 87’ Candreva, na recarga de um penalty que o próprio marcou e que Handanovic defendeu, deu a vitória aos homens de Roma .Já os mais directos perseguidores do Inter venceram os seus respectivos compromissos. A Fiorentina de Paulo Sousa, que, tal como o Nápoles, segue a 1 ponto do Inter, recebeu e venceu o Chievo por 2-0, com golos de Kalinic (após excelente passe de Bernardeschi) e de Ilicic (um golaço de fora da área), enquanto o Nápoles foi ao terreno da Atalanta ganhar por 3-1: Hamsik abriu o marcador de penalty, Gomez ainda empatou, mas Higuaín voltou a provar porque é, até ao momento, o jogador do ano em Itália e, com um bis, levou os 3 pontos para o Sul de Itália. Em quarto segue a Juventus, que continua a sua recuperação e derrotou o Carpi por 3-2. Num jogo cheio de emoção, Borriello deu vantagem ao Carpi aos 15’, mas Mandzukic, ainda antes do intervalo, bisou e deu a volta ao marcador. No segundo tempo, Pogba fez o 3-1, sendo que Bonucci ainda marcou na própria baliza, fixando o resultado final. Já a Roma acalmou um pouco a crise conseguindo vencer frente ao Génova (com Capel a titular e Figueiras no banco) por 2-0 (golos de Florenzi e Umar, tendo Dzeko sido expulso). Quem também venceu foi o Milan, que foi ao terreno do Frosinone bater os locais por 4-2 e lidera a perseguição ao quinteto da frente (está a 4 pontos da Roma).Nos outros encontros, a Udinese, com Bruno Fernandes durante todo o jogo, foi bater o Torino por 1-0 (golo de Perica), a Sampdoria colocou um travão na crise ao receber e vencer o Palermo por 2-0 (marcaram Soriano e Ivan) e o Sassuolo e o Hellas Verona empataram a 1 (marcaram Floccari e o Luca Toni).

Feirense continua em 2.º mas permitiu a aproximação dos rivais; Oriental está agora em último - O Freamunde venceu na curta deslocação ao terreno do Penafiel (uma das desilusões do ano) por 2-1 e subiu ao 4.º lugar da II Liga, a apenas 3 pontos do Feirense, que perdeu em Barcelos por 1-0 frente ao Gil Vicente, agora sexto a 5 pontos do segundo. O Chaves, terceiro classificado, não foi além de um empate a 2 frente ao Portimonense (que desceu para 8.º), pior resultado obtiveram Famalicão (derrota por 1-0 em casa do Atlético) e Sporting B (também derrotado por 1-0 em Guimarães. De resto destaque para os 2-0 do Sp. Braga B ao Santa Clara, que permitiu aos minhotos subirem ao 7.º posto e para a importante vitória do aflito Leixões em Olhão (também 2-0), ainda que a equipa de Matosinhos continue abaixo da linha de água. O Académico de Viseu venceu, por 2-1, o Mafra, o Aves bateu (2-0) o Farense, mesmo resultado repetiu o Varzim na receção ao Oriental, já o Oliveirense-Covilhã acabou empatado a 1.

Dragões aumentaram para 17 o recorde de vitórias consecutivas - O FC Porto consolidou de maneira clara a liderança no Campeonato Fidelidade Andebol 1 ao bater o Sporting, por 35-30. Os portistas chegaram ao intervalo a vencer por 6 e na segunda parte, antes de lançarem alguns elementos menos utilizados, como júnior Tomás Barbosa, estiveram quase sempre com uma vantagem entre os 7 e 9 golos. Gustavo Rodrigues e António Areia, ambos com 9 tentos, foram os principais marcadores do FC Porto, Carol (com 8) foi o melhor dos leões.

Etiquetas: , , , ,