Benfica paga 8 ME por 50% do passe de Pizzi; Extremo passa a ser o jogador mais caro na história das águias (ao todo custou 14 milhões)

O médio/extremo até tem sido o melhor elemento das águias no último mês - sem Nico Gaitán foi ele a "carregar a equipa" - mas não justifica este investimento. Recordamos que ao todo, juntando os 6 ME que tinha custado em 2011-12, representou uma aposta de 14 Milhões, o que faz com que seja o jogador mais caro na história do clube da Luz (curiosamente os elementos mais dispendiosos das águias chegaram quase todos provenientes do Atlético, como Salvio e Jiménez). Um exagero e algo que dificilmente dará retorno financeiro, sendo até duvidoso que desportivamente, com os regressos de Salvio e Gaitán, continue a ser uma mais-valia.

O Benfica, que detinha metade dos direitos económicos de Pizzi, anunciou hoje que adquiriu os restantes 50% ao Atlético de Madrid por oito milhões de euros. "A Sport Lisboa e Benfica -- Futebol, SAD (...) vem informar que adquiriu os restantes 50% dos direitos económicos do atleta Luis Miguel Afonso Fernandes (Pizzi) que remanesciam na titularidade do Club Atlético de Madrid SAD pelo valor de oito milhões de euros", lê-se no comunicado enviado pelo campeão português à Comissão do Mercado de Valores mobiliários (CMVM).

Etiquetas: ,