Não há Messi e Neymar... resolve Suárez; Eto'o passa a treinador-jogador; Os 2 alvos do Nápoles para Janeiro

Iniesta encheu o campo com sua magia; Suárez fez o resto na frente; Conjunto de Scolari, que vinha de 28 jogos sem perder, só por uma vez testou Bravo. Goulart não apareceu, Robinho nem saiu do banco.

Bastou uma exibição q.b. para o Barcelona derrotar o Guangzhou Evergrande (3-0) e marcar duelo com o River Plate na final do Mundial de Clubes. Luis Suárez, com um hattrick, brilhou numa partida em que Neymar, ainda a recuperar de lesão, ficou no banco, e Messi, devido a uma crise renal, no hotel. Os catalães, como é habitual, controlaram o jogo desde o 1.º minuto, mas na primeira meia-hora revelaram alguma dificuldade em ultrapassar a muralha do campeão asiático, sendo que neste período apenas por Munir estiveram perto de marcar, até que aos 39 minutos Suárez aproveita uma recarga de um remate de Rakitic e inaugura o marcador. Praticamente na resposta, Elkeson, na sequência de um livre, fica perto do empate, mas Bravo nega o golo com uma grande defesa. A 1.ª parte fica ainda marcada pela grave lesão de Zou Zheng. No 2.º tempo, Suárez amplia logo aos 5 minutos (o uruguaio, bem assistido por Iniesta, com uma grande recepção, apontou um golaço) e os restantes 40 minutos acabaram por ser um passeio. Sendo, que à excepção do 3-0, convertido por Suárez de penalti (Munir caiu na área e o árbitro de maneira surpreendente assinalou falta), o jogo acabou por ter pouco interesse.

Antigamente era habitual, hoje em dia já se vê menos - O Antalyaspor demitiu Yusuf Simsek e optou por dar o comando técnico à sua grande estrela, o camaronês Samuel Eto’o. O avançado, que irá dividir funções com Mehmet Ugurlu, vai manter funções até que seja encontrado um novo treinador, disse o presidente do clube turco. Eto’o tem estado em grande na Süper Lig com 13 golos em 15 jogos.

Conjunto de Sarri percebe que este ano tem uma boa oportunidade para conquistar o Scudetto - A La Gazzetta dello Sport dá hoje conta do interesse do Nápoles em Moussa Dembelé, avançado, de 19 anos, do Fulham, que também está na mira do Man Utd. Outro alvo dos napolitanos para Janeiro é Hakim Ziyech, médio ofensivo do Twente, que este ano já apontou 9 golos. 

Etiquetas: ,