«Man Utd não é capaz de vencer a Champions... para o ano, com mais mais reforços, sim»; Sp. Braga mais longe do top 3; Nacional empata com o Estoril; Boavista e Tondela afundam; Newcastle castiga mau futebol do Liverpool

Que jogadores podem catapultar os Red Devils para um patamar que permita vencer a Champions? Tem-se falado do regresso de Ronaldo, mas com os principais craques concentrados em equipas não vendedoras como o PSG, Real, City, Bayern, Chelsea e Barça, não é fácil montar uma equipa vencedora.

Com a sinceridade que se lhe reconhece, Van Gaal admitiu que o Manchester United não tem capacidade para vencer a Liga dos Campeões este ano. O Utd, segundo no grupo B, nesta fase nem sabe se vai passar aos oitavos-de-final, mas mesmo que o consiga, o holandês duvida das hipóteses dos Red Devils. Para o ano, no entanto, com mais milhões investidos em reforços, o cenário pode ser diferente. «Não me parece que sejamos capazes de vencer a Liga dos Campeões neste momento. Talvez para o ano, quando voltarmos a reforçar a equipa. Na Premier League já provámos que podemos bater qualquer equipa. Na Champions, em condições normais, não temos qualidade suficiente para vencer», reconheceu o treinador holandês.

Arsenalistas podem ser alcançados pelo Rio Ave que amanhã defronta o Vit. Guimarães; Boavista já não vence há 7 jogos; U. Madeira respira; Tondela afunda; Moreirense continua a pontuar - O Sp. Braga não foi além de um empate a 0 no terreno do vizinho Moreirense. Apesar do domínio ter pertencido aos Gverreiros, os anfitriões tiveram oportunidades claras para marcar, no entanto os guarda-redes levaram a melhor em todos os lances, segurando o nulo no marcador. Quem também só conquistou 1 ponto foi o Nacional, que depois de duas vitórias, empatou com o Estoril (1-1), que atravessa uma fase negativa depois de um bom arranque. Agra aos 54’ adiantou a formação de Manuel Machado, mas o suspeito do costume, Léo Bonatini, empatou a 4 minutos do fim. Nos outros jogos, o União da Madeira venceu o último classificado, Tondela, por 2-0 (golos de Danilo Dias e Cadiz) e está agora com 3 pontos de vantagem para a Académica (penúltima classificada), já o Arouca - num jogo em que os Axadrezados se ficaram a queixar da arbitragem - bateram o Boavista por 3-2. Maurides abriu o ativo para a equipa de Lito Vidigal, Tengarrinha empatou de penálti, Ivo Rodrigues voltou a colocar a equipa do distrito de Aveiro na frente, mas Henrique empatou mesmo à saída para o descanso. Na segunda parte, o Boavista teve um golo anulado a Henrique, e quem aproveitou foi o Arouca, que aos 82’, voltou a passar para a frente do marcador, com Nuno Coelho, a não desperdiçar uma grande penalidade.

Reds perderam a hipótese de ficar a 4 pontos do 2.º classificado; Magpies, apesar do triunfo, continuam nos lugares de descida - Surpresa em Newcastle, com o Liverpool a não dar continuidade aos mais recentes resultados conseguidos fora de portas e a ser derrotado por 2-0. O herói do encontro foi Wijnaldum, que esteve no primeiro golo (com Sktrel a introduzir a bola na própria baliza após jogada do holandês) e fechou as contas já no período de descontos, com uma finalização de classe. A equipa de Klopp produziu uma exibição bastante cinzenta (Ibe foi o único a tentar agitar o jogo, mas definiu quase sempre mal), em especial no primeiro tempo, com poucas ocasiões de golo criadas (as excepções foram uma situação em que Benteke desperdiça na pequena área e outra em que Sturridge finaliza muito mal). Pelo meio, um golo mal anulado a Moreno. Mérito para o Newcastle, que conseguiu uma exibição bastante sólida (depois do desastre das últimas semanas, optaram por uma estratégia mais de contenção) e que teve em Coloccini (intransponível) e Wijnaldum (além dos golos, foi sempre o mais esclarecido, impondo a sua técnica) como figuras.

Etiquetas: , , , , , , , , , ,