Ex-Porto no mercado por 10 ME; Ronaldo joga com dores desde Setembro mas rejeita ser operado; Jardim lamenta falta de experiência

Desde a lesão de 2014 que o português perdeu a velocidade e aceleração que o caracterizava. Algo que como é óbvio afecta o impacto que tem no jogo, neste aspecto o próprio reconheceu que não tem estado bem esta época. "Eu tenho estado um pouco abaixo do meu nível. Mas tenho as minhas coisas, os meus problemas. São pessoais e prefiro mantê-los e não compartilhá-los com ninguém. Estou melhor fisicamente, mentalmente bem e estamos ansiosos pelo fim do ano", disse o ainda Bola de Ouro depois do póquer ao Malmo.

Segundo o jornal "Marca", Cristiano Ronaldo joga com dores no tendão rotuliano do joelho esquerdo desde Setembro e logo nessa altura os médicos da Federação Portuguesa de Futebol aconselharam uma paragem de dois meses. O avançado do Real Madrid no entanto recusou e a alternativa que lhe foi colocada foi a cirurgia. Cenário que Ronaldo também não aceitou. O problema não é novo e limitou-o, por exemplo, no Mundial 2014. O internacional português prefere, no entanto, jogar com dores do que não jogar. De acordo com a "Marca", Cristiano voltou a sentir dores durante a pré-temporada do Real Madrid e iniciou um programa de trabalho específico de reforço do tendão. Apesar das opiniões de vários especialistas, aconselhando-o a uma paragem para uma melhoria mais rápida, o jogador decidiu continuar a treinar e a jogar.

Por onde passa o futuro do colombiano? - Fredy Guarín está no mercado. De acordo com a imprensa italiana, o Inter de Milão, pretende negociar o ex-médio do FC Porto por uma verba a rondar os 10 milhões de euros já em Janeiro.

Monesgacos vão ter mais dificuldades em promover jovens esta época; Veremos é se esta saída prematura vai obrigar à venda de alguns activos já em Janeiro, como Moutinho ou Bernardo - Leonardo Jardim, lamentou a falta de experiência da equipa, após a derrota com o Tottenham por 4-1, em Londres, na quinta-feira, que ditou a eliminação dos monegascos na Liga Europa. "Gostava que minha equipa tivesse um pouco mais de experiência nestes jogos, sobretudo contra adversários de muito alto nível. Depois de Valência, este é o segundo jogo em que estivemos em grandes dificuldades", afirmou o técnico do Mónaco, que terminou o Grupo J em terceiro, atrás de Tottenham e Anderlecht.

Etiquetas: , ,