Ex-FC Porto quase certo no Watford; Sampaoli pretendido na Premier League mas prefere Argentina; Rui Jorge acha improvável contar com Ronaldo para os JO; River sofre mas já está na final do Mundial de Clubes

Na teoria Paulo Oliveira deve ser um dos jogadores com mais de 23 anos na convocatória olímpica, resta saber quem vai ocupar as outras duas vagas.

O selecionador português de futebol de sub-21, Rui Jorge, assumiu que é improvável contar nos Jogos Olímpicos Rio2016 com jogadores que tenham disputado o Euro2016. “Não me parece, a esta distância não me parece. Não me parece provável, nem possível vir de uma competição com a dimensão do Campeonato da Europa e ir disputar os Jogos Olímpicos, que para muitas modalidades será a melhor competição que se pode disputar, mas não o é para o futebol”, afirmou o técnico, à margem da cerimónia do 106.º aniversário do Comité Olímpico de Portugal (COP).

Não se afirmou nos romanos, mas pode beneficiar da boa época dos pupilos de Quique Flores para voltar a explodir - A "Sky Spots Italia" adianta que Iturbe está muito perto de trocar a Roma pelo Watford. O antigo avançado do FC Porto deve rumar à Premier League por empréstimo a troco de 1,5 milhões de euros ficando o clube inglês com uma opção de compra de 15 ME.

Marcelo Bielsa também tem sido apontado aos Swans - Jorge Sampaoli, um dos 3 melhores treinadores do Mundo em 2015, está a ser cobiçado pelo Swansea, que continua no mercado por um técnico depois de ter despedido Monk. No entanto, o actual seleccionador do Chile, que ainda não sabe se vai continuar à frente da La Roja depois das eleições na Federação no principio de Janeiro, de acordo com a imprensa, tem como desejo assumir a selecção da Argentina.

Barovero foi a figura da 1.ª parte ao anular os lances mais perigosos, todos protagonizados pelo conjunto nipónico - Não foi fácil mas o River confimou o favoritismo e garantiu o acesso à final do Mundial de Clubes ao bater o Sanfrecce Hiroshima, por 1-0. Alario, numa bola parada em que o guardião Hayashi, fica muito mal na fotografia, marcou o único golo do encontro. Os milionários entraram melhor na partida, com uma posse de bola vistosa e que transmitia uma superioridade, mas a partir dos 20 minutos só deu Hiroshima, que com várias transições rápidas e venenosas teve 3/4 oportunidades claras para marcar, valeu aos argentinos as intervenções de Barovero. No 2.º tempo, o jogo foi mais equilibrado, mas sempre jogado longe da baliza, até que num livre lateral, Hayashi sai mal da baliza tendo Alario aproveitado para fazer o único golo da partida. Até final o conjunto argentino com uma posse de bola inteligente foi gerindo o tempo e o resultado não se alterou. Carlos Sanchéz (não estivesse com 31 anos e era dos jogadores mais cobiçados na América do Sul) foi o elemento do River mais em foco. Lucho, que entrou só na 2.ª parte, também deu outro critério ao jogo da equipa de Gallardo (o meio campo com Ponzi e Pisculichi até à entrada de El Comandante não estava a definir bem); do lado nipónico, Douglas esteve em destaque na direita mas Minagawa pecou em demasia na finalização. 

Etiquetas: ,