Adeus Van Gaal, olá Mourinho?; Man Utd nem contra o Norwich; Leicester imparável (Mahrez bisou), Chelsea inicia novo ciclo com vitória; Bournemouth e Palace em grande; Spurs também triunfam

Van Gaal não deve resistir a mais este descalabro; Os resultados não correspondem ao super-investimento dos últimos anos, o futebol é pobre, e a equipa não encontra soluções para inverter a actual situação - apesar da diferença para o 1.º lugar ser recuperável. A dúvida é perceber se os Red Devils vão abdicar já do holandês e apostar em Mourinho ou esperar mais 6 meses para dar tudo por Guardiola.

O Norwich agravou a crise do Man Utd ao vencer em Old Trafford (algo que não acontecia há 26 anos), por 2-1. Os canários, que até iniciaram esta jornada da Premier League no antepenúltimo lugar, marcaram na 1.ª parte por Jerome e ampliaram no inicio do 2.º tempo por Tettey. O melhor que os Red Devils, que já contaram com Rooney, conseguiram, foi reduzir por Martial. A equipa de Van Gaal na 2.ª parte apesar de ter de correr atrás do marcador, à excepção do golo, nunca ameaçou de maneira clara a baliza de Rudd (Smalling, já no minuto 93, foi o que esteve mais perto de empatar). Os próprios adeptos, aborrecidos com o que estavam a presenciar, logo cedo também abandonaram as bancadas.

Mahr-vellous alimenta o sonho do Leicester; Chelsea pós-Mourinho resolveu com facilidade; Tottenham resolve em 2 minutos (Kane marcou um golaço) - Já não faz sentido falar-se apenas de um momento de forma. O Leicester segurou o 1.º lugar da Premier ao vencer o Everton, fora de casa, por 3-2. Mahrez foi a figura da partida, bisando de penalty, tendo Okazaki feito o outro golo da equipa de Ranieri. Lukaku marcou para os toffees na sua oitava partida consecutiva a fazer o gosto ao pé (recorde de Vardy pode estar ameaçado?). Em Stamford Bridge, Mourinho foi lembrado pelos adeptos, mas não tanto pelos jogadores. Um Chelsea (3-1) de cara lavada resolveu o jogo facilmente frente ao Sunderland, chegando aos 3-0 (Ivanovic, Pedro e Óscar, de penalty), de nada valendo aos forasteiros o golo de Borini. Num duelo entre duas equipas com ambições europeias, o Tottenham venceu o Southampton fora de casa por 2-0 e alcançou o Man United. Os spurs resolveram em apenas 2 minutos, com um grande golo de Kane (ultrapassou dois defesas) e outro de Dele Alli, num lance em que Cédric fica mal na fotografia. Destaque também para as vitórias de outras duas equipas que jogaram fora de casa: o Crystal Palace, conjunto em grande forma na BPL (e que tem agora os mesmos pontos do Man Utd), que bateu o Stoke por 2-1 (Wickham e Lee Chung-Yong, tendo Bojan assinado o golo dos da casa); e para o Bournemouth, que vai subindo na classificação e desta vez bateu o WBA pelo mesmo resultado (2-1).

Etiquetas: ,