Ventura ainda tentou mas Embolo está num nível à parte; Cavaleiro e Quaresma marcam na Liga Europa; Dortmund, Nápoles e Athletic goleiam; Liverpool soma primeira vitória; Vítor Pereira empata em Amesterdão

Belenenses 0-2 Basileia (Janko 45+1' e Embolo 64')

O resultado é desbloqueado com um penálti muito duvidoso, mas no geral o campeão suíço foi superior. Embolo, que não vai estar muito no Basileia, foi o grande destaque da partida, com um golo e várias ações de desequilíbrio (o craque, que nasceu apenas em 1997, demonstrou que está num nível superior aos restantes 21 jogadores que iniciaram a partida); Nos azuis, Ventura esteve em grande na baliza, com várias defesas importantes (Rúben Pinto também se destacou no meio campo).

O Belenenses foi derrotado, no Restelo, pelo Basileia por duas bolas a zero e pode ter perdido a hipótese de apuramento na Liga Europa, já que ainda vai a Florença defrontar a equipa de Paulo Sousa. O ex-FC Porto Janko abriu o activo em cima do intervalo de penalti, tendo Embolo, a grande figura dos helvéticos, ampliado no 2.º tempo. Quanto ao encontro logo aos 9', Embolo arranca pelo meio, ganha dois ressaltos e isolado com Ventura remata em rosca e bola vai de encontro ao poste da baliza de Ventura. Passados pouco mais de 10 minutos foi Tiago Silva, num grande pontapé de fora de área a assustar Vaclik com um remate a rasar o poste, mas voltaria a ser a equipa de Basileia a levar perigo nos minutos seguintes. Janko, num cabeceamento bombeado deu o aviso, para mesmo à beira do intervalo, Embolo ter sofrido uma alegada falta de Filipe Ferreira na grande área, aproveitando o austríaco para não facilitar e abrir o marcador (dá ideia que o suíço tropeça nele próprio). O segundo tempo teve menos história, Embolo isolado por Zuffi, mostrou a sua qualidade fazendo o segundo e apesar de oportunidades de Janko (remate à meia volta) e Elneny para os forasteiros e Luís Leal já nos descontos num tiro que o guarda-redes defende, houve pouca história para contar. Para o registo ficam mais 3 pontos para o Basileia que lidera o grupo com 9 pontos, sendo que a Fiorentina segue em segundo com 6, correndo Lech Poznán e Belenenses por fora com 4.

Nápoles, Dortmund, Molde e Rapid Viena garantiram o bilhete para a próxima fase - Mais um dia em cheio para o conjunto de Sarri. O Nápoles (16 golos em 4 jogos) vergou o Midtjylland por 5-0, alcançando já a presença na próxima fase. Sarri voltou a rodar a equipa, mas Gabbiadini (dois golos), El Kaddouri (golo e assistência), Maggio (muita profundidade e também um golo) e Callejón (saltou do banco para completar a manita) trataram de resolver. Quem também goleou e está apurado é o Dortmund. A equipa de Tuchel, com uma super-exibição de Mkhitaryan (duas assistências, duas bolas nos ferros e um golaço) deu 4 - que podiam ter sido mais - ao Qabala e para isso valeram também os golos de Reus e Aubameyang, bem como um auto-golo de Zenjov. Molde (2-1 na Escócia frente ao Celtic com um golo a ser apontado pelo capitão... de 40 anos, Daniel Hestad) e Rapid Viena (também 2-1 na casa do Viktoria Plzen com bis de Schobesberger; um deles bastante curioso) também já ganharam uma vaga nos 16-avos. Nos outros jogos, Besiktas (golo de Quaresma) e Lokomotiv (mais um de Niasse) empataram a 1 o que em teoria seria bom para o Sporting; Mesmo resultado repetiu o Mónaco no Azerbaijão frente ao Qarabag, também com um golo de um português, com Ivan Cavaleiro, pleno de oportunidade, a levar a melhor num ressalto com o guardião contrário. O Fenerbahçe de Vítor Pereira empatou em Amsterdão contra o Ajax, num local onde Van Persie já somou vários golos mas hoje não esteve inspirado, mas Paulo Sousa fez melhor, somando a segunda vitória na fase de grupos, com a sua Fiorentina a ir à Polónia bater o Lech por 2-0, dois golos de belo efeito de Ilicic. Destaque também para as vitórias das equipas inglesas. O Tottenham, com um remate à meia volta de Kane e um golaço de Dembélé aos 87’ venceu (2-1; Ezekiel reduziu pelo meio) o Anderlecht, já o Liverpool, com Ibe (marcou o único golo do encontro a passe de Firmino) em modo Sterling somou a 1.ª vitória nesta fase e está agora a apenas 2 pontos do líder Sion. Do grupo do Sp. Braga, o Liberec, com uma grande exibição de Koubek na baliza e um auto-golo de Padt, venceu o Groningen na Holanda, de resto nota para as grandes exibições de Aduriz (1 golo e duas assistências no Athletic 5-1 Partizan; Iñaki também esteve em destaque com um bis; Zivkovic não jogou), Bobadilla (hat-trick nos 4-1 do Augsburgo ao AZ) e Meunier que fez o único golo do Club Brugge na receção ao Legia.

Etiquetas: , ,