Bola de Ouro: Ronaldo, Messi e Neymar são os finalistas de 2015

Só saber que vai estar no pódio, é quase uma Bola de Ouro para CR7. O português marcou muito no último ano, mas está a jogar mal, muito mal, acrescenta pouco ou nada. E nem reúne nenhuma das apetências que distinguem os melhores do Mundo: capacidade de desequilibrar, dar-se ao jogo, carregar a equipa. Ainda por cima ficou em branco este ano no que diz respeito aos títulos colectivos. Mas é inevitável que este 8.º pódio na carreira o coloque entre os 10 melhores de sempre. Por mais que se goste ou não do estilo, por mais que ele não cumpra com as expectativas (para nós era uma alegria que fizesse um póquer em todos os jogos, mas em termos de futebol não podemos ignorar o pouco que tem feito), há algo que o distingue de quase todos: a regularidade ao mais alto nível. Na história do futebol Mundial poucos foram as figuras de Top que estiveram uma década no topo do Mundo como tem estado o avançado do Real. Ronaldinho não esteve, Zidane, Baggio, Romário e Rivaldo também não, Figo ainda menos, e nem Maradona (o melhor jogador de sempre) fez 10 anos a um nível galáctico.

O português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), o argentino Lionel Messi (Barcelona) e o brasileiro Neymar (Barcelona) são os três finalistas ao prémio de melhor jogador do Mundo atribuído pela FIFA. Ronaldo, que venceu a Bola de Ouro nos últimos 2 anos, marca presença no pódio pela 8.ª vez, já Messi, o principal favorito a vencer o troféu (que seria o 5.º na carreira), está neste patamar pelo 9.º consecutivo, enquanto que para Neymar (que promete estar nesta fase durante muitos anos) é uma estreia. Curiosamente no prémio da UEFA o brasileiro foi ultrapassado por Buffon e Luis Suárez, o grande ausente deste pódio final.

Etiquetas: