Titular do Arsenal fora 3 meses; Fiorentina escorrega e Inter isola-se; Atlético ultrapassa Real; Sp. Braga precisou do prolongamento para afastar o Farense; Rio Ave vence na Mata Real

Provavelmente William Carvalho, Krychowiak e Wanyama vão ser associados aos Gunners nos próximos dias. É que sem o francês o meio campo dos londrinos fica com um vazio dificil de preencher. Na verdade, apesar do bom ano de Cazorla, da qualidade que Alexis acrescentou e de Ozil ter voltado ao nível do passado, há um Arsenal antes e depois de Coquelín. O médio defensivo teve um impacto incrível nestes últimos 11 meses, e colmatou aquela que era uma das principais lacunas no conjunto de Wenger.

Duplo revés para o Arsenal, já não bastava a derrota frente ao West Brom, que resultou na descida ao 4.º lugar da Premier League, como a lesão de Coquelín vai limitar ainda mais as opções de Wenger. O médio lesionou-se no joelho direito ainda na fase inicial da partida e deve ficar 3 meses afastado dos relvados. O médio defensivo, que nos últimos 11 meses foi titular indiscutível ao lado de Cazorla, deve a curto prazo ser substituído por Flamini (elementos como Arteta e Ramsey também podem ser utilizados nesta posição).

E o Real Madrid vai terminar a 12.ª jornada em 3.º - O Atlético de Madrid cumpriu em Sevilha e com 1 golo de Koke bateu o Bétis (1-0), resultado que permite subir à 2.ª posição. Os colchoneros, que estão a 4 pontos de Barcelona, tiveram Carrasco, Griezmann e Torres no ataque; Nos outros jogos da La Liga, o Levante, com um bis do ex-Belenenses Deyverson, bateu, fora o Gijón por 3-0, o Villarreal não foi além do empate a 1 frente ao Eibar; enquanto que o Granada, com Miguel Lopes a titular, derrotou o Ath. Bilbao, por 2-0.

Paulo Sousa poupou, ainda conseguiu empatar mas desperdício final tirou liderança; Mancini conseguiu finalmente golear; Sarri pode ser líder na próxima jornada - Série A ao rubro. O Inter, naquele que foi o resultado mais expressivo da época, goleou o Frosinone, por 4-0, e está agora isolado no 1.º lugar. Biabiany, Icardi, Murillo e Brozovic apontaram os golos do conjunto de Mancini, que aproveitou o empate a 2 da Fiorentina frente ao Empoli. Os Viola (sem alguns dos habituais titulares) estiveram a perder por 2-0 (golos de Livaja e Buechel) mas na 2.ª parte, com um bis de Kalinic (que foi suplente), empataram e ao fim ainda tiveram oportunidades para consumar a reviravolta; Melhor esteve o Nápoles, que venceu em Verona por 2-0 (golos de Insigne e Higuaín), e está agora em 2.º com os mesmos pontos da equipa de Paulo Sousa, sendo que na próxima ronda recebe o Inter; Nos outros jogos, a Lazio empatou a 1 com o Palermo, a Udinese (com Bruno Fernandes) estragou a estreia de Montella na Sampdoria (1-0), enquanto que o Génova derrotou o Sassuolo, por 2-1.

Minhotos tiveram dificuldades em derrotar um adversário do segundo escalão (o estado do relvado também não ajudou); Vilacondenses dão-se bem na Capital do Móvel - Está completo o quadro dos oitavos-de-final da Taça de Portugal. O Sp. Braga foi a Faro vencer por 1-0, sendo que os 90 minutos não permitiram ao conjunto de Paulo Fonseca conseguir a vitória. No prolongamento, Stojiljkovic (que voltou a estar em destaque pela mobilidade e agressividade ofensiva) sofreu grande penalidade e Filipe Augusto não desperdiçou. Destaque para a grande exibição de São Bento, guarda-redes do Farense; Já o Rio Ave, depois dos 3-0 para o campeonato, voltou a vencer em Paços de Ferreira, desta vez por 2-1, e também carimbou passagem para a próxima fase. Marcelo e Heldon marcaram na 1.ª parte, os anfitriões responderam no 2.º tempo mas apesar do volume ofensivo e oportunidades o melhor que conseguiram foi reduzir por intermédio de Helder Lopes.

Etiquetas: , , ,