Sp. Braga pagou 1,3 ME por ex-Sporting que nem se equipou; "Alvo" de Benfica e FC Porto associado ao Chelsea; Corinthians campeão; Warriors imparáveis

No mínimo insólito... sem jogar foi um dos jogadores mais caros na história dos minhotos. Curiosamente depois de ter saído do Sporting também esteve quase um ano parado.

Um erro custou 1,3 ME ao Sp. Braga. Os gverreiros no relatório e contas relativo à época de 2014/15, incluem na rubrica sobre "dívidas a terceiros", o "valor de 1,3 milhões de euros decorrentes da condenação no âmbito do processo Magrão". Basicamente o médio esteve para ser reforço em 2011 – assinou uma minuta de contrato por três anos –, mas, afinal, a ligação ao D. Kiev não tinha terminado, o que levou o Sp. Braga a recuar. O esquerdino, que nem chegou a treinar com os gverreiros tentou exigir legalmente o cumprimento do vínculo, o que deu argumentos aos ucranianos para recorrerem à FIFA. Perderam, mas depois ganharam no TAS. As decisões do TAS são definitivas mas a SAD minhota já acionou todos os mecanismo legais para imputar responsabilidade ao médio, que 2 anos depois assinou pelo Sporting e actualmente está no CRB da II divisão do Brasil.

Palmeiras e Santos, os dois com oito títulos, são os clubes que mais vezes ganharam o ‘Brasileirão’ - O Corinthians aproveitou a derrota do Atl. Mineiro (4-2 em São Paulo) para se sagrar campeão brasileiro pela 6.ª vez na sua história. Uma época de domínico claro, que permitiu um festejo antecipado a 3 jornadas do fim. Jádson (ainda acrescentou 12 assistências) e Vágner Love foram os melhores marcadores da equipa com 13 golos cada, enquanto que Malcom (5 golos e 4 assistências), Renato Augusto (5 golos e 5 assistências) e Elias (5 golos e 7 assistências) também estiveram em destaque. Nota ainda para a excelente defesa montada por Tite (um dos melhores técnicos da América Latina), bem apoiada pelo guarda-redes Cássio, um dos homens do título.

Boa opção? - De acordo com o ESPN FC, o Chelsea, que supostamente prepara uma revolução no plantel, está interessado na contratação de Jonathan Calleri, avançado de 22 anos do Boca Juniors que já foi associado a Benfica e FC Porto.

Apesar das últimas vitórias terem sido tremidas, com este 13-0 os actuais campeões só estão a 2 triunfos do melhor arranque de sempre na história da NBA, conseguido pelos Washington Capitols em 1948 e pelos Rockets na temporada de 93, ou seja, se continuarem neste ritmo, mais semana menos semana vai começar o debate sobre se é possível bater o recorde dos Bulls (72-10) - Estiveram a perder por 23 pontos, CP3 teve um 1.º período incrível (18 pontos), mas nem assim os Warriors perderam. O conjunto de Golden State somou a 13.ª vitória em 13 jogos ao bater os Clippers, em LA, por 124-117. Apesar dos anifritrões terem estado quase sempre em vantagem, um 4.º período incrível (com 8 triplos em 8) permitiu a reviravolta dos Warriors. Curry, que esteve limitado com faltas, marcou 40 pontos, Thompson 25, Barnes 21, Green juntou 19 a 9 assistências. Nos Clippers, CP3 regressou em grande, com 35 pontos. Nas outras partidas da noite, os Heat derrotaram os Kings por 116-109. Rondo fez 18 assistências, mas sem Cousins, suspenso por ter agredido Horford, Bosh (23 pontos e 11 ressaltos) desequilibrou o jogo para Miami. Já os Cavs desta vez conseguiram bater os Bucks (115-110). LeBron marcou 27, Dellavedova fez 13 assistências, na equipa de Milwaukee o grego Antetokounmpo marcou 33. 

Etiquetas: , ,