Será um pássaro? Será um avião? Não. É o Super Cam!

Cam Newton poderá guiar os Panthers ao Superbowl contra aquela que é a equipa a abater, os Patriots com aquele que será o MVP do ano, Tom Brady?

No jogo mais aguardado da semana 9 na NFL, os Packers viajaram até Carolina, ao reduto dos invictos Panthers, para um grande duelo entre as duas melhores equipas da NFC.

Depois da primeira derrota dos Packers na semana anterior às mãos dos também invictos (à data) Denver Broncos, a estatística parecia estar do lado dos homens de verde. Aaron Rodgers não costuma facilitar depois da tempestade e os Panthers eram olhados ainda com alguma desconfiança pelos seus pares, pela inconstância e pelo calendário mais acessível que tinham tido. O jogo até começou equilibrado, mas no segundo quarto, Cam Newton abriu o livro e utilizou todos o seu arsenal de recursos. Não foi só o running game a funcionar, mas até o passe foi letal. E no segundo quarto os homens de verde não trouxeram o kryptonite e o Superman explodiu os Packers. Tudo parecia correr mal aos comandados por Mike McCarthy. Rodgers parecia perdido, a sua protecção era ineficaz para não dizer ridícula por vezes, e a defesa de Carolina parecia fazer bullying ao ataque de Green Bay. Com 20 pontos de avanço no final da primeira parte, tudo parecia perdido para Green Bay. Mas na segunda metade, eis que surge Aaron Rodgers, que praticamente sozinho iniciou a um motim que contra qualquer outra equipa seria letal. Mas SuperCam tinha outros planos, Devin Mayo teve uma intercepção fundamental no fim do jogo e os Carolina Panthers mantiveram-se invictos e enviaram um claro sinal à navegação. Os Panthers são a melhor equipa da NFC e tem que se contar com eles para o Superbowl. De destacar ainda o excelente jogo do rookie Devin Funchess e do homem que infernizou a vida a Aaron Rodgers, Star Lotulelei.

A semana começou na quinta feira com o derby do Ohio, onde os também invictos Cincinnati Bengals, se mantiveram sem derrotas ao atropelar os Cleveland Browns, num jogo onde a grande figura foi o tight end dos Bengals, Tyler Eifert que festejou 3 TD´s. Johnny Football Manziel até deu espetáculo durante algum tempo, mas a linha ofensiva de Cincinnati está imparável e Andy Dalton em excelente forma.

No domingo, o destaque vai inteirinho para aquele que foi o melhor jogo desta semana e que foi bastante antecipado na semana passada. O duelo dos wild cards da AFC, entre os surpreendentes Raiders e as velhas raposas os Steelers. Com os seu RB principal lesionado, LaVeon Bell, com Big Ben Roethlisberger a voltar de lesão (voltaria a sair lesionado), e com a dupla dinâmica Derek Carr e Amari Cooper do outro lado, tudo apontava que os Raiders pudessem ter alguma vantagem, mas como já tinha indicado no post da semana passada, a resiliência dos Steelers, qual Atlético de Madrid de Simeone é notável! E apareceu numa segunda ou terceira vida o RB De Angelo Williams a fazer 2 Td´s, Antonio Brown a bater recordes de “receiving” e aquela defesa intratável. Os Raiders jogaram mal? Não muito pelo contrário. Derek Carr, Amari Cooper, Michael Crabtree fizeram tudo, mas desta feita a sorte sorriu aos piratas, num grande jogo!

Noutros jogos, Tom Brady e os Patriots destruiram os Redskins em apenas uma parte e nem foi preciso Gronkowski, bastou a run the ball e Le Garret Blount. Coitado do Capitão Kirk!

Os Vikings não desarmam e venceram os Rams no prolongamento no duelo dos RB´s onde o mestre Adrian Peterson ensinou o rookie Todd Gurley, mas mesmo com a vitória, os homens de Minesotta perderam o QB Teddy Bridgewater.

Marcus Mariota, o rei do draft deste ano, fez o seu melhor jogo na NFL com 4 passes para TD que ajudaram a derrotar os Saints em New Orleans, num jogo em que a secondary dos colegas de Drew Brees se fartou de dar brindes, num jogo que marcou a estreia de Mike Mularkey no banco dos Titans.

Chris Ivory e a defesa de betão dos Jets derrotaram os Jacksonville num jogo mais equilibrado do que seria de esperar, enquanto os vizinhos Giants atropelaram Tampa Bay.

Os Eagles despacharam os Cowboys que voltaram a perder mais um jogo desde a lesão de Tony Romo (valeu pelo regresso à boa forma de Dez Bryant que foi equilibrando o jogo), enquanto os Bills deram um clinic ao Dolphins com um vendaval ofensivo dos RB´s Le Sean McCoy e do rookie Karlos Williams e do WR Sammy Watkins que deram forma a mais um bom jogo de Tyrod Taylor.

Para o seu grupo de fãs, os 49’ers ganharam aos Falcons na grande surpresa da jornada. É verdade! Kap sentou e Blaine Gabbert e Garrett Celek fizeram a festa!

No jogo grande da noite os Broncos perderam pela primeira vez contra os inconstantes Colts, naquele que foi um duelo de QB´s. Peyton Manning ficou a 3 jardas!!! do recorde de Brett Favre de passing yards, voltando a cometer muitos erros, entre os quais uma intercepção fatal no lance em que poderia ter quebrado esse marco histórico. Do outro lado Andrew Luck fez um jogo quase perfeito e levou a equipa às costas. Em forma, Andy é mais de metade destes Colts.

Na noite de segunda feira, naquele que costumava ser o prato forte das rondas de NFL, ficou guardado um desinteressante Bears vs Chargers, onde ambos estavam sem as suas principais armas ofensivas, Forte e Keenan ambos lesionados. O jogo como se previa foi fraco e valeu pelo duelo Cutler/Rivers que o QB de Chicago ganhou.

Jogos a seguir na semana 10:
Bufallo Bills vs NY Jets - Rex Ryan regressa a NY para defrontar a equipa de onde saiu, num jogo quente a opor o ataque fervilhante dos Bills contra a defesa demolidora dos Jets.
Minesotta Vikings vs Oakland Raiders - São jovens, têm estado ambos acima das expectativas e gostam de jogar para os espetáculo.
New England Patriots vs NY Giants - Se há jogo onde os Patriots não se sentem confortáveis é este, e os Giants num dia bom ganham a qualquer equipa. O jogo da ronda!

Os dados estão lançados!

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar com o VM aqui!): Flávio Trindade

Etiquetas: