Rumo à Bola de Ouro'2015

Desde que Ronaldo e Messi se erigiram como os melhores da sua geração, dividindo entre si a maioria dos galardões individuais, a “rivalidade” entre ambos transfigurou a forma como futebolistas, adeptos e o universo do futebol em geral encaram a Bola de Ouro. Nesse sentido, o Visão de Mercado irá mensalmente (com 2 top's extra no meio e final do Ano, com pontuações a dobrar) indicar num ranking aqueles que mais fizeram para conseguir o prémio de melhor jogador do Mundo de 2015 com critérios bem ponderados, ilustrando uma espécie de corrida entre as várias estrelas do futebol mundial. A ideia passa por atribuir uma pontuação aos jogadores que mais se destacaram nesse mês para que no final deste ano civil seja possível, de uma maneira justa, eleger aqueles que foram verdadeiramente os melhores.

Um mês recheado de destaques (nomes como Mahrez, Ibrahimovic, Marcelo, Raffael, Suárez, Pjanic, Koscielny, Otamendi, Müller, Hulk ou Sterling também podiam ter figurado neste Top). Mas tendo em conta a maneira como o individual contribuiu para o sucesso coletivo, este é o "Rumo à Bola de Ouro'2015" de Outubro:

1.º Kevin De Bruyne - Regressou à Premier League com o peso de ter protagonizado uma das maiores transferências na história do futebol Mundial mas as suas exibições tem convencido de tal maneira que já ninguém fala do dinheiro que custou. O belga em Outubro esteve quase perfeito, tanto ao nível do clube (onde carregou a equipa mesmo com a ausência de Aguero) como na selecção. Ao todo foram 5 golos e 4 assistências nos 8 jogos que realizou (7 vitórias e 1 empate).
2.º Mesut Özil - O Rei das assistências. Ninguém faz tantos passes para golo nos principais campeonatos europeus como o alemão, só em Outubro foram 7 assistências (ainda juntou a isso 2 golos, nos 7 jogos que realizou... 6 vitórias e uma derrota). O médio ofensivo está a realizar uma grande época - voltou ao nível do Real Madrid - e sem ser surpresa foi considerado o melhor jogador do Arsenal no último mês.
3.º Neymar Jr. - Se o Barça conseguiu atenuar a ausência de Messi muito o deve ao craque brasileiro. Neymar esteve quase perfeito em Outubro, com 6 golos e 5 assistências, tendo sido decisivo nas 4 vitórias dos catalães, e mesmo na única derrota, frente ao Sevilha, foi a unidade em maior destaque.
4.º Pierre-Emerick Aubameyang - Ninguém marcou tanto nos principais campeonatos europeus como o avançado do Dortmund, ao todo foram 7 golos (mais duas assistências) em apenas 5 jogos (4 vitórias e a complicada derrota em Munique).
5.º Robert Lewandowski - Mais um mês recheado de golos, foram 6 em 7 jogos (4 vitórias, 2 empates e uma derrota). O avançado do Bayern bisou contra o Dortmund mas foi na selecção que fez realmente a diferente. O polaco marcou 2 no empate frente à Escócia e garantiu a vitória frente à Rep. Irlanda, golos que colocaram a sua selecção no Euro'2016.
6.º Keylor Navas - Este Real de Benitez ainda não convence, mas vai garantindo vitórias e muito o deve ao guarda-redes costa-riquenho. Navas pegou de estaca, tem realizado grandes exibições, sido quase sempre o melhor merengue e em Outubro esteve 3 jogos sem sofrer golos.
7.º Santi Cazorla - Começou o mês a dominar na goleada ao Man Utd e juntamente com Ozil tem sido o grande responsável pelo actual 1.º lugar do Arsenal na Premier League, em igualdade com o City. O espanhol (que venceu os 6 jogos que disputou em Outubro) pauta, controla, e com criatividade que empresta ao jogo está a deixar os adeptos dos Gunners a acreditar que este ano é que é.
8.º Gonzalo Higuaín - O Nápoles, como já se esperava (Sarri ia precisar de tempo para impor as suas ideias), não começou bem a época, mas em Outubro foi de longe a melhor equipa do Calcio (4 jogos, 4 vitórias) e muito o deve ao avançado argentino. Higuain esteve em grande com 5 golos e uma assistência nos 7 jogos em que participou (6 vitórias e 1 empate).
9.º Jamie Vardy - Mês que ajudou o inglês a consolidar o estatuto de melhor marcador da Premier League. O goleador, do Leicester, que em 2011 trabalhava numa fábrica, apontou 5 golos (ainda fez uma assistência) em 7 jogos (5 vitórias, 1 empate e uma derrota).
10.º Serge Aurier - Tem sido o melhor lateral na Europa esta época e em Outubro até a central esteve em destaque. O costa-marfinense, do PSG, tem acumulado boas exibições tanto a nível interno como na Champions (foi um dos destaques no empate frente ao Real Madrid).


Etiquetas: