Renovação no Benfica; Nápoles perde terreno; Donnarumma continua a ser talismã; Boavista derrotado; Rosberg triunfa no México; Sara Moreira ficou em 4.º na Maratona de Nova Iorque

O extremo por enquanto não está a valorizar no Championship: apenas 1 jogo como titular, 4 como suplente e ainda em branco nos golos e assistências.

O Benfica comunicou ter renovado contrato com Ola John, holandês  que foi cedido ao Reading até ao final da presente temporada. “Foi ainda prolongado o vínculo laboral do atleta Ola John até ao final da época 2017/2018, o qual foi cedido por empréstimo ao Reading”, anunciou o clube no comunicado enviado à CMVM, onde também indicou o valor das vendas de Cancelo, Ivan Cavaleiro e Lima e das aquisições de Carcela, Cristante ou Taarabt. Recordamos que o passe do ex-Twente, que custou às águias mais de 6 milhões de euros, pertence em parte à Doyen.

Rossoneri venceram os 3 jogos com Donnarumma na baliza - O Milan subiu ao 5.º lugar da Série A ao derrotar, em Roma, a Lazio, por 3-1. Naquela que foi a 3.ª vitória consecutiva dos milaneses, Bertolacci marcou na 1.ª parte, Mexès, que tinha substituído Alex (o brasileiro ficou sem sentidos) um pouco antes, e Bacca ampliaram na 2.ª parte, sendo que o melhor que a Lazio conseguiu foi reduzir pelo suplente Kishna. Um duelo que valeu essencialmente pelos golos, com os anfitriões a desilurem pela inércia no momento ofensivo. Felipe Anderson pouco apareceu, Candreva está anos luz do que demonstrou no passado, e a bola quase não chegou a Klose (o jovem Donnarumma praticamente não foi testado nos primeiros 80 minutos); Na baliza Marchetti também não deu segurança. Aproveitou, e bem, o Milan, que esteve sempre melhor na partida, dominou no meio campo e soube aproveitar o que criou (Cerci esteve em destaque). Nos outros jogos do campeonato italiano, tivemos um festival de nulos. O Nápoles perdeu a hipótese de se juntar a Fiorentina e Inter na liderança, ao não sair do 0-0 em Génova, muito por culpa de Perin, que brilhou na baliza; A Udinese, com Bruno Fernandes em destaque e a fazer os 90’, também não levou a melhor sobre o Sassuolo apesar do domínio; E o Carpi-Verona também acabou empatado 0. Por fim, o Bolonha recebeu e venceu a Atalanta por 3-0 com golos de Giaccherini, Destro e Brienza.

Insulares conseguiram o primeiro triunfo fora de casa - Ivo Vieira, numa fase em que começava a ser contestado, ganhou alguma margem fruto da vitória do Marítimo, por 1-0, no terreno do Boavista. Dyego Sousa, aos 29 minutos, apontou o único golo do jogo. Nota ainda para a expulsão de Edgar Costa, aos 86 minutos, por ter perdido tempo quando ia ser substituído.

A atleta do Sporting não repetiu o pódio de 2014 mas até fez a prova em menos 7 segundos - Sara Moreira foi quarta classificada da maratona de Nova Iorque, concluindo a prova em 2:25.53 horas, o que constitui a sua segunda melhor marca pessoal. A portuguesa, que esteve durante muitos kms na frente da prova e foi claramente a melhor europeia, só foi batida pela queniana Mary Kaitany, que repetiu o triunfo do ano passado, e pelas etíopes Aselefech Mergia e Tigist Tufa.

Desta vez não deve ter havido guerra com bonés - Nico Rosberg conseguiu a 4.ª vitória na época ao vencer o GP do México em F1. Numa prova marcada novamente pelo domínio da Mercedes o já campeão mundial Lewis Hamilton terminou em 2.º, com Bottas a completar o pódio.

Etiquetas: , , , ,