Internacional italiano associado ao Barcelona; Dele Alli e Rooney derrotam a França no dia em que 80 mil entoaram a "Marselhesa" no Wembley; Alemanha-Holanda cancelado devido a "Ameaça concreta"

O terrorismo está mesmo a ganhar. 

O amigável entre a Alemanha e a Holanda foi cancelado, à última hora, por receio de um atentado bombista.  O Arena de Hannover, onde a partida amigável deveria ter lugar, foi evacuado menos de duas horas antes do inicio do pontapé de saída, quanto já estavam adeptos dentro do Estádio. A estação de comboios da cidade também foi parcialmente encerrada, bem como o EL TUI Arena. "As indicações de perigo para o jogo de hoje cresceram durante o dia, de tal forma que fomos recomendados a cancelar a partida. Recebemos a indicação de que, após termos encontrado o primeiro objeto, um outro ataque estaria a ser planeado. Tivemos de levar a ameaça bastante a sério. A informação veio de uma fonte estrangeira", disse Thomas de Maiziere, ministro do interior alemão.

Boa opção? - Depois de Kaká, Nolito ou Van Persie agora é Giovinco que aparece associado ao Barcelona. Foi o próprio empresário do internacional italiano a confessar à RaiSports que o os catalães perguntaram pelo médio ofensivo/2.º avançado de 28 anos. Andrea d’Amico diz ter sido contactado por Ariedo Braida, membro da comissão técnico dos catalães, cujo objetivo é trazer o jogador dos Toronto, que brilhou este ano na MLS, para os blaugrana já em janeiro.

O público deu o exemplo antes do jogo, com o hino francês a ser cantado de forma entusiástica pelas 80 mil pessoas que estiveram em Wembley - Na parte desportiva a Inglaterra, com Dier a titular no meio campo, bateu a França, por 2-0. Dele Alli, que fez dupla com o ex-Sporting, marcou um golaço no 1.º tempo, tendo Rooney ampliado na 2.ª parte.

Etiquetas: