Gonçalo Guedes, Lucas João, Ricardo Pereira e Nélson Oliveira nos convocados de Portugal; Veloso, Ronaldo, Quaresma e Ricardo Carvalho ficaram de fora

Surpreende a ausência de Cancelo, Rúben Neves e Paulo Oliveira. Ter de recorrer a 2 avançados do II escalão do futebol inglês também é demonstrativo da falta de soluções de Portugal, sendo que Nélson Oliveira ainda só marcou 1 golo esta época.

Gonçalo Guedes, Lucas João e Nélson Oliveira são as principais novidades na lista convocados de Portugal para os dois jogos da Seleção Nacional A, de preparação para o Euro'2016, com a Rússia (no Estádio Kuban, em Krasnodar, a 14 de novembro) e com o Luxemburgo (Estádio Josy Barthel, no Luxemburgo, a 17 de novembro). André Gomes também está de regresso, já Ronaldo, Tiago, Danny, Coentrão, Quaresma, Veloso e Ricardo Carvalho ficaram de fora. Os 23 escolhidos por Fernando Santos:
Guarda-redes: Rui Patrício (Sporting CP), Anthony Lopes (Lyon) e Eduardo (Dínamo de Zagreb)
Defesas: Cédric (Southampton FC), Vieirinha (Wolfsburgo), Pepe (Real Madrid), Bruno Alves (Fenerbahçe), José Fonte (Southampton FC), Neto (Zenit), Eliseu (SL Benfica) e Raphael Guerreiro (Llorient)
Médios: William Carvalho (Sporting CP), Danilo (FC Porto), João Moutinho (Mónaco), João Mário (Sporting CP), André Gomes (Valência CF) e André André (FC Porto)
Avançados: Bernardo Silva (Mónaco), Nani (Fenerbahçe), Lucas João (Sheffield Wednesday), Nélson Oliveira (Nottingham Forest), Gonçalo Guedes (SL Benfica) e Ricardo Pereira (Nice)

VM - Não surpreende as 7 ausências, já que estes jogos tem de servir para testar novos elementos, mas neste capítulo esperávamos mais. Na defesa Eliseu, que começou bem a época, vem de uma fase menos positiva, Vieirinha também ainda não se exibiu como em 2014-15, enquanto que no centro já era hora de começar a ter um elemento sub-23 na lista, até para preparar o futuro. E neste capítulo, elementos como Paulo Oliveira, Cancelo e Antunes podiam ter aqui uma oportunidade para mostrar o que valem a este nível. No meio campo, a nota é não chamada de Neves, que tem feito o suficiente para estar neste elenco. Já o ataque é o que temos. Guedes é dos poucos alas portugueses titulares a um nível elevado (Rafa era a alternativa), e como tal a sua presença não surpreende, e ao nível de pontas-de-lança não há mais. Éder não joga no Swansea, por isso corre o risco de perder o comboio e sem o ex-Braga, só há Lucas João, Nélson Oliveira e Rui Fonte.

Etiquetas: