«Foi Jesus que me convenceu a vir para o Sporting»; Mais um treinador português no Egipto; Lokeren-Anderlecht cancelado por questões de segurança

O 'Ferguson' português? Em Portugal por norma os treinadores jogam com o que lhes dão, não tendo opinião nas contratações, mas JJ parece ser cada vez mais um manager, como acontece na Premier League.

Ezequiel Schelotto já falou como reforço do Sporting. O ex-Inter desfaz-se em elogios ao treinador Jorge Jesus, considerando mesmo que o técnico foi decisivo na sua escolha de se transferir para Alvalade na condição de jogador livre, depois de ter rescindido com o Inter no final de Agosto. Em declarações ao canal do clube, o polivalente médio sublinha o que norteou a sua decisão. "É uma emoção muito grande chegar a uma grande equipa como o Sporting. Estou muito contente depois de meses parado. Mas é tudo passado e quero muito começar, conhecer o treinador e, quem sabe, começar a jogar", disse, apontando ao Belenenses, na próxima jornada da Liga, e prosseguindo com elogios a Jesus: "Vou encontrar um grande técnico, foi ele [Jesus] que me ajudou a vir para aqui; foi ele que me convenceu a aceitar este projeto."

Junta-se a Jesualdo Ferreira (campeão pelo Zamalek) e José Peseiro (Al-Ahly) - Leonel Pontes foi apresentado como treinador do Al-Ittihad, de Alexandria, actual nono classificado da Primeira Liga do Egipto. O técnico madeirense, ex-adjunto de Paulo Bento no Sporting e na Selecção Nacional e antigo treinador do Marítimo, iniciou a época no comando dos gregos do Panetolikos, acabando por ser despedido.

As competições em França, Bélgica e Alemanha podem ficar condicionadas - Mais uma partida afectada pelo terrorismo. O encontro deste sábado entre Lokeren e Anderlecht , da 16.ª jornada da liga belga, foi cancelado devido a questões de segurança. Hoje o Centro de Crises belga elevou para 4 o alerta terrorista no país, nível máximo, e aconselhou o Governo da região de Bruxelas a aumentar drasticamente as medidas de segurança, e a que fossem cancelados os jogos de futebol no país. Recordamos que também o Metro de Bruxelas foi suspenso por causa de risco iminente de atentados.

Etiquetas: