FC Porto inscreve ex-Barcelona; Wilmots pressiona Fellaini; Halterofilistas búlgaros proibidos de participar nos JO

Boa política (ou os seleccionadores não devem opinar sobre as opções desportivas dos seus jogadores)? O belga tem vindo a perder cotação e tempo de utilização, sendo que nem a sua função em campo está, neste momento, definida (nos últimos tempos até se tem destacado mais como referência dentro da área, para o jogo aéreo em momentos de assedio à baliza rival).

Marouane Fellaini, jogador Belga do Manchester United, não tem estado em destaque nos Red Devils, o que gerou a preocupação do seleccionador do seu país. Com efeito, Marc Wilmots considera que Fellaini "talvez devesse tentar encontrar um novo desafio em Janeiro." "Um jogador que não joga pelo seu clube é chato para um treinador. Fellaini poderia jogar a apoiar o ataque, como seis. Tem uma boa técnica, muito boa habilidade em vir atrás e recuperar. Talvez ele deva encontrar um novo desafio em janeiro, se for possível», defendeu o seleccionador dos Diabos Vermelhos ao Le Soir.

O marroquino, apontado como uma das principais promessas da cantera do Barcelona, estava a treinar com os portistas desde Julho - Ayoub Abou foi finalmente inscrito pelo FC Porto. O médio de 17 anos deve estrear-se frente ao Leixões. "Os Sub-19 jogam amanhã em Matosinhos, com o Leixões. O marroquino Ayoub estreia-se nos convocados depois de quatro meses e meio sem jogar devido a problemas burocráticos e espera um adversário agressivo, forte tacticamente, mas conta com uma vitória que dê balanço à equipa para uma boa segunda volta da primeira fase do campeonato", pode ler-se no Dragões Diário.

O Doping promete ser um dos principais temas de 2016, a juntar ao caso da Rússia também a Espanha está em "choque" com o que se passou com Marta Domínguez, antiga campeã mundial dos 3.000 metros obstáculos, que foi suspensa por 3 anos por ter sido considerada culpada de uma violação das regras antidopagem por "anomalias no seu passaporte biológico"  - O Comité Executivo da federação internacional de halterofilismo excluiu a seleção da Bulgária dos Jogos Olímpicos do Rio'2016 devido a vários casos de doping. Em Março 11 atletas (8 homens e 3 mulheres), incluindo 3 campeões da Europa, testaram positivo num controlo inopinado no início do ano, que revelou a existência de stanozolol, um esteróide anabolizante. Já em 2008 a Bulgária tinha sido excluído dos Jogos Olímpicos de Pequim por vários casos de doping e em 2000, nos jogos de Sidney, foram retiradas três medalhas de ouro conquistadas pelos búlgaros.

Etiquetas: , ,