David Luiz: "Situação é complicada, mas tenho de viver com isso"; Rosberg vence no Brasil; Hungria (com Dzsudzsák em destaque) quebra jejum

Até que ponto esta situação vai condicionar a Ligue 1? E na perspectiva do PSG, poderá condicionar alguns negócios?

Hoje circulou a noticia que David Luiz e Cavani não queriam regressar a Paris, devido aos atentados que aterrorizaram a capital francesa na noite de sexta-feira. No entanto, após o treino do Brasil, o antigo central do Benfica viajou mesmo para a "Cidade das Luzes". "Preciso de ir, estou preocupado. Preciso ficar perto da minha família. A situação é complicada, mas tenho de viver com isso", disse o defesa numa curta declaração aos jornalistas.

Húngaros, que foram semi-finalistas nos europeus de 1964 e 1972, não disputavam uma grande competição desde o Mundial de 1986 - A Hungria carimbou o bilhete para o Euro'2016 ao derrotar a Noruega, por 2-1. Depois do 1-0 na 1.ª mão os anfitriões consolidaram logo a vantagem com um golaço de Priskin aos 14 minutos e ampliaram aos 83 através de um auto-golo de Henriksen. O melhor que os noruegueses conseguiram foi reduzir 4 minutos depois também por Henriksen. Encontro que valoriza a consistência defensiva dos húngaros - à excepção de um remate ao poste em cima do intervalo e de uma grande defesa de Kiraly na 2.ª parte, tiveram quase sempre o jogo controlado - e a grande exibição de Dzsudzsák, que encheu o campo e com as suas iniciativas individuais esteve perto do golo em duas ocasiões, apesar de ficar a ideia que esta Noruega individualmente até tem mais qualidade. 

5.ª vitória na época, 13.ª na carreira - Depois de ter saído da ‘pole position’, Nico Rosberg conseguiu o segundo triunfo consecutivo no Mundial de F1 ao dominar o GP do Brasil. O alemão bateu o já campeão do Mundo Lewis Hamilton (Mercedes), com o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) a completar o pódio.

Etiquetas: ,