Naldo arrisca castigo que vai de dois meses a dois anos

A situação foi claramente potenciada por Lito, que até merecia um castigo exemplar (pela maneira como entrou em campo, provocou e depois até teatralizou) mas o central leonino caiu no erro de responder e agora vai condicionar as opções de JJ. Apesar de neste capítulo, se Ewerton estiver a 100% o impacto desportivo pode ser nulo (o ex-Anzhi, não sendo tão rápido, o que numa equipa já de si algo lento, nota-se mais, até oferece outra qualidade ao sector, principalmente com bola), o problema são os seus constantes problemas físicos.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou esta terça-feira ter instaurado um processo disciplinar ao defesa Naldo, em consequência dos incidentes na fase final do encontro entre Sporting e Arouca, nos quais o brasileiro empurrou o técnico Lito Vidigal. Para o CD, o episódio protagonizado pelo jogador com o treinador do Arouca enquadra-se no número 1, alínea b, do artigo 145 do Regulamento Disciplinar, relativo a agressões. O central do Sporting incorre assim numa suspensão que vai de um mínimo de dois meses a um máximo de dois anos, para além de uma multa. Naldo fica, assim, suspenso de imediato de forma preventiva, sendo certo que vai falhar o próximo jogo do Sporting, marcado para dia 21, frente ao Benfica, para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal. Já Lito Vidigal foi pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol ao pagamento de uma multa de 40 euros, devido ao que se passou no encontro com o Sporting.

Etiquetas: