«Benfica? Já não estavam interessados em mim…»; Bruma titular na estreia de Eusébio; Nuno não ultrapassa o Las Palmas; Villas-Boas vence; Nani marca; Lucas João bisa; 5 portugueses de inicio na vitória do Mónaco

Fica a convicção que Vieira tentou demonstrar que o Benfica era mais que JJ e que o sucesso do clube se devia à força da estrutura, algo que, por enquanto, não se está a confirmar. Veremos é se, fazendo a futurologia a contar com uma época negativa, isso não terá consequências nas próximas eleições, apesar de não se ver oposição à actual direcção.

Jesus voltou a derrotar a sua antiga equipa e estabeleceu um novo recorde: desde 1954 que o Sporting não conseguia três vitórias consecutivas frente ao Benfica. No final do encontro, o técnico reconheceu que nunca esperou bater tantas vezes o bicampeão e reforçou a ideia de que já não era acarinhado na Luz, algo que forçou a sua saída. «Tive de procurar outros caminhos, ainda por cima quando as pessoas não estavam interessadas no que eu estava a fazer. Sou livre de treinar quem quero, por isso estou a fazer o meu trabalho», começou por dizer. «Sou um profissional de futebol. Tive de procurar outros caminhos. Sou livre de treinar quem eu quero e ainda por cima quando as pessoas não estão interessadas em mim. Vim para um clube que me convidou. O presidente acreditou em mim e eu estou a fazer o meu trabalho, estou a fazer a minha paixão que é o futebol. Amo e sou apaixonado pelo futebol. Estou a trabalhar com a mesma dedicação, honra e responsabilidade que tive em outros clubes", disse o timoneiro dos leões.

Décima segunda vitória em 14 jogos para o campeão francês. Mónaco, com Coentrão, Carvalho, Moutinho, Bernardo Silva e Hélder Costa no onze, venceu e está a 2 pontos do segundo posto - Mais uma jornada, mais uma vitória para o PSG na Ligue 1. A equipa de Blanc foi ao terreno do Lorient (com Rapahel Guerreiro a titular) vencer por 2-1. Aos 26 minutos, Ongenda correspondeu da melhor forma a um cruzamento de pé esquerdo de Van Der Wiel para abrir o marcador, o qual foi ampliado por Matuidi 6 minutos depois, a passe de Ibrahimovic. O melhor que o Lorient conseguiu foi reduzir por Moukandjo, aos 82'. Já o Mónaco, que contou com 5 portugueses de início, bateu o Nantes por 1-0, com um golo de Pasalic perto do descanso. O Guingamp recebeu e venceu o Toulouse por 2-0 (golos de Privat e Salibur no segundo tempo), o Montpellier derrotou o Reims por 3-1 e o Lille e o Troyes empataram a 1.

Portugueses em destaque - O Zenit recebeu e venceu o Ural por 3-0, aproximando-se assim do CSKA que foi derrotado em casa pelo Krylya por 2-0. Garay marcou de livre directo, tendo Dzyuba e Javi García fixado o resultado final. Já na II Liga Inglesa, Lucas João voltou a marcar, tendo bisado na vitória do Sheffield por 3-1 sobre o Huddersfield Town. Por fim, Nani esteve em destaque na Turquia, tendo apontado um dos golos da vitória do Fenerbahçe no terreno do Mersin também por 3-1.

Eusébio Sacristán estreia-se com vitória (e foi logo a 1.ª dos bascos em casa esta época); Nuno desilude e volta a ficar em cheque; Depor vence dérbi da Galiza - A Real Sociedad, agora de Eusébio, venceu o Sevilha por 2-0 e abandonou a linha de água do campeonato espanhol. O encontro até foi equilibrado, mas Agirrexte e Xabi Prieto, em apenas 4 minutos (e com dois erros de Krychowiak), marcaram e Rulli na baliza tratou que os bascos somassem o seu 1.º triunfo no Anoeta. Bruma foi titular e esteve em destaque no tempo em que esteve em campo (foi rendido aos 62’), já do outro lado o sinal positivo veio de Konoplyanka, que curiosamente só entrou também no minuto 62. Quem desiludiu foi o Valencia de Nuno Espírito Santo que não foi além de uma igualdade a 1 na receção ao Las Palmas. Alcácer, a passe de André Gomes (boa exibição), ainda adiantou a equipa da casa logo os 8’, mas Jonathan Vieira (um ex-Valencia) tratou de oferecer alguma justiça ao marcador, já que o clube Che foi dominado na grande maioria do encontro. Nos restantes jogos, vitórias da equipa da casa por 2-0. O Espanhol, com bis de Hernán Pérez bateu o Málaga, já o Deportivo subiu ao 8.º lugar depois de derrotar o Celta (Lucas Pérez, o homem do costume, fez um dos golos).

Etiquetas: , ,