9: Com mais margem?

Nos campeonatos, provas de regularidade, assume especial importância o factor psicológico, nomeadamente a forma como as diferentes equipas conseguem gerir situações de vantagem ou de desvantagem. Nesse sentido, para quem lidera as provas, possuir vantagens que não sejam tangenciais pode ser importante, isto porque permite não entrar constantemente em campo com a pressão de não ceder pontos, sob pena de perder a liderança. Ora, se o Sporting era já líder isolado, em virtude do empate do FC Porto na jornada passada, esta jornada permitiu aumentar a vantagem para os Dragões, isto porque o conjunto de Lopetegui, tal como o Benfica, viu o seu jogo frente ao União da Madeira ser adiado. Assim, os Leões possuem agora uma vantagem de oito pontos para os Encarnados e de cinco para os Azuis e Brancos. Uma margem que, segundo Jorge Jesus, é ilusória, pois baseia-se no facto dos rivais terem menos um encontro disputado, sendo a vantagem "real", para o timoneiro Leonino, de cinco e dois pontos. O que é inegável é que em Alvalade respira-se saúde, pelo menos no plano estritamente futebolístico, com uma série de cinco vitórias consecutivas (em todas as competições), com um saldo de dezoito golos marcados e dois sofridos. Já o Benfica, na ressaca de uma semana difícil, não teve problemas em bater o Tondela por claros 4-0, amenizando assim o clima antes de um importante jogo europeu. Com o já referido adiamento do jogo do FC Porto, o Rio Ave colou-se aos Portistas no segundo lugar, graças a um triunfo caseiro frente a um Nacional que tarda em estabelecer-se na primeira metade da tabela. Numa boa fase está também o Sporting de Braga, já que a equipa de Paulo Fonseca, após bons resultados frente a conjuntos cotados como o Marselha e o FC Porto, goleou o Belenenses, contando com um Rafa que parece querer voltar ao nível que o levou a ser chamado para o Mundial do Brasil. Outro dos grandes destaques da jornada vai para a primeira vitória de Sérgio Conceição ao comando do Vitória de Guimarães, tendo os Minhotos ido à Mata Real derrotar o Paços com um golo de Ricardo Valente no último minuto, esperando o antigo Internacional português que este seja um momento de viragem para a sua equipa. Nos restantes desafios, o Marítimo venceu no Bessa pela margem mínima, o Vitória de Setúbal e o Arouca continuam a fazer épocas tranquilas, tendo empatado a zero e a Académica e o Moreirense continuam nos dois últimos lugares, tendo também empatado no seu confronto.

Equipa da Semana - Sp. Braga - Uma goleada clara que serve como resposta aos que criticaram o "autocarro" no Dragão. 

Equipa Desilusão - Paços de Ferreira - A derrota frente ao Vit. Guimarães nem traduz totalmente o que foi o jogo, já que nenhuma equipa fez o suficiente para ganhar, mas esperava-se mais dos pacenses. Numa semana em que Jorge Simão apareceu muito, o seu conjunto acabou por apresentar pouco.

Melhor Onze - Salin (Marítimo), João Pereira (Sporting), Ricardo Ferreira (Sp. Braga), Jardel (Benfica), Marvin Zeegelaar (Rio Ave), Obiora (Académica), Vítor Gomes (Moreirense), Gonçalo Guedes (Benfica), Rafa (Sp. Braga), Jonas (Benfica) e Dyego Sousa (Marítimo). 

Jogador da Semana - Rafa (Sp. Braga) - O "Hazard português" parece estar mesmo de volta. Depois de um inicio de época pouco produtivo o jovem extremo vem de uma série de boas exibições e contra o Belenenses além do golo teve uma acção directa em mais dois. 

Jogador a seguir - Alexandre Silva (Vit. Guimarães) - Ainda tem a idade de júnior (nasceu apenas em 1997) mas começa a ganhar o seu espaço no conjunto de Sérgio Conceição. Depois de ter sido utilizado frente ao Penafiel e Académica contra o Paços foi o 1.º jogador a sair do banco. Um avançado/extremo rápido, de boa técnica e já com algum estatuto, depois de ter sido o titular de Portugal no último Europeu sub-17, na geração de Rúben Neves e Renato Sanches. 

Desilusão - Iuri Medeiros - Realizou uma boa época em Arouca mas este ano ainda não fez a diferença em Moreira de Cónegos. O esquerdino tem sido uma sombra da 2.ª metade de 2014-15 e o seu fraco rendimento não tem ajudado um conjunto que ainda procura a 1.ª vitória na Liga. 

Pedro Barata

Etiquetas: