Van Gaal avisa Depay e recorda Di Maria e Falcao; Newcastle marca 6 (com póquer de Wijnaldum); Pumas eliminam melhor equipa europeia; Escócia "morre na praia"

Holandês começou bem, tal como tinha acontecido com Di María, mas nos últimos jogos perdeu protagonismo. 

Louis van Gaal deixou um aviso a Memphis Depay, jovem extremo contratado ao PSV por cerca de 30 milhões de euros, acrescentando que nem todos se conseguem impor no Man Utd. «Já vimos alguns jogadores que não conseguiram adaptar-se à filosofia da equipa. Não sabemos isso antes de os contratarmos, temos de esperar para ver. Aconteceu com Di Maria e com Falcao», afirmou o treinador holandês, justificando assim os motivos que o levaram o treinador a deixar Depay de fora na vitória dos Red Devils frente ao Everton.

Que bela maneira de se estrear a vencer - O Newcastle, que ainda não tinha triunfado nesta Premier League, goleou o Norwich, por 6-2, no único jogo do dia do campeonato inglês. Wijnaldum destacou-se com um póquer num encontro que teve uma primeira parte de loucos. Wijnaldum abriu o activo, Mbokani empatou, mas Wijnaldum novamente e Ayoze colocaram o resultado em 3-1, tendo Redmond reduzido no minuto a seguir. Na 2.ª parte no entanto os Magpies, com mais 2 golos de Wijnaldum e outro de Mitrovic garantiram os 3 pontos.

Foley esteve desastrado, o que ia provocando uma surpresa; Já Nicolás Sanchez não perdoou - Os “Pumas” deram espectáculo no Millenium Stadium e eliminaram a Irlanda (43-20, que detém o estatuto de melhor equipa europeia da actualidade. Os irlandeses foram incapazes de segurar os velozes argentinos, especialmente Imhoff (2 ensaios) e Cordero (importante nos dois primeiros ensaios) e perderam assim a hipótese de juntar ao título nas 6 Nações o Mundial. A Argentina entrou melhor e chegou rapidamente ao 14-0. A vantagem chegou aos 20-3, mas um ensaio de Fitzgerald e respectiva conversão colocou o resultado em 20-10 ao intervalo. A 2.ª parte começou com novo ensaio para a Irlanda (Murphy) e o resultado em 20-17, mas a Argentina nunca acusou a pressão e resolveu a partida com os ensaios de Tuculet (69´) e Imhoff (73´) quando a partida estava em 26-20. Nota de destaque para o imperturbável Nicolas Sanchez (23 pts) que fez 4 conversões (em 4) e 5 penaltys (em 6).  Nas meias-finais do Mundial de Rugby, só com equipas do hemisfério Sul, a Argentina vai defrontar a Austrália, que eliminou a Escócia no último minuto. A única presença da Escócia numa meia final de um Campeonato do Mundo datava de 1991 e hoje os heróis escoceses ficaram perto de uma conquista histórica. Depois de um 6 Nações para esquecer (5 derrotas), a Escócia quase vergou a poderosa Austrália depois de uma partida muito disputada. Apesar dos três ensaios, os australianos foram para o intervalo a perder por 15-16 (Foley desperdiçou 3 conversões). O segundo tempo começou como novo ensaio australiano (22-16), mas um erro de Foley permitiu a Seymour marcar ensaio para a Escócia (25-24 para os wallabies). Kuridrani voltou a colocar a Austrália mais perto da meia final, com um ensaio aos 64 minutos (32-24). Laidlaw reduziu para os escoceses (32-27) e o golpe de teatro ia acontecendo aos 75 minutos, quando a Austrália voltou a cometer um erro gravíssimo, bem aproveitado por Bennett (34-32 para os escoceses). Contudo, aos 79 minutos, depois de uma reposição de bola lateral para a Escócia, foi assinalada falta favorável aos australianos, com Foley, desta vez, a não desperdiçar e a colocar o marcador em 35-34 para a Austrália. Pela 1.ª vez na história da competição, os 4 semifinalistas são do hemisfério Sul, mas fica a sensação que País de Gales, Irlanda e Escócia podiam ter chegado às meias finais.

Etiquetas: , ,