Sporting esbarrou em Juanjo e o Benfica não perdoou; Bayern continua a somar mas Lewandowski desta vez ficou em branco

Leões tiveram mais remates, mais oportunidades, mais situações ofensivas, bolas no poste, mas Juanjo voltou a fazer a diferença.

Foi, provavelmente, o derby mais desequilibrado dos últimos tempos. O Sporting fez praticamente o triplo dos remates do Benfica, no Pavilhão da Luz, mas foi derrotado pelo rival (2-1) graças a uma exibição simplesmente assombrosa de Juanjo. Um guarda-redes praticamente perfeito, que só sofreu quando teve uma percepção errada de um lance e permitiu o golo de Miguel Ângelo. O espanhol e os postes (onde os leões acertaram 4 vezes) deram mais um triunfo à turma de Joel Rocha sobre a equipa de Nuno Dias. Com várias ausências de peso (Fortino no Sporting, Henmi, Jefferson e Chaguinha no Benfica), o derby perdeu alguma qualidade e não foi sempre bem jogado, mas não perdeu intensidade. Fábio Cecílio inaugurou o marcador perto do fecho do primeiro tempo, e na segunda parte houve domínio completo dos verde e brancos. Miguel Ângelo empatou, mas Gonçalo Alves, após os forasteiros terem estado em superioridade numérica devido à expulsão de Patias, fez o resultado final. O 5x4 final foi o espelho do encontro: o Sporting contra Juanjo. Diogo, Merlim (italiano de grande nível) e Caio estiveram em bom plano no lado leonino, no Benfica acabou por sobressair o colectivo.

Bayern chegou a ter quase 80% de posse de bola; Super Lewa desta vez não marcou - Mas os bávaros continuam só com vitórias no campeonato. O inevitável Müller fez o golo solitário da vitória no terreno do Werder Bremen. Nos outros encontros, destaque para o hat-trick de Kruse no triunfo do Wolfsburgo sobre o Hoffenheim (4-2), para o nulo entre Hamburgo e Leverkusen, para o bom início do Schalke (vitória por 2-1 sobre o Hertha, com um golo de Meyer já nos descontos) e para a surpreendente temporada do Darmstadt, que foi vencer a Augsburgo por 2-0. 


Etiquetas: , , ,