Ronaldo manda indirecta a Paulo Bento; Irlanda do Norte no Europeu, Alemanha ainda não; Lewandowski marca mais 2; Sérvia vence na Albânia

Os regressos de Tiago, Ricardo Carvalho, Quaresma e Danny foram importantes, mas, à excepção do que aconteceu com Scolari, também é estranho que o Bola de Ouro sinta sempre necessidade de castigar os antigos seleccionadores. Assim fica a ideia que se o Euro'2016 correr mal, FS, com este futebol "à Grécia", em que conseguiu as 6 vitórias sempre pela margem mínima, vai ser a próxima vítima.

Cristiano Ronaldo, no final da vitória de Portugal frente à Dinamarca, era um homem contente e considerou que o apuramento da selecção começou com a chegada de Fernando Santos, naquela que é uma clara indirecta a Paulo Bento. "É um sentimento muito bom. Foi uma fase de qualificação difícil. Começámos mal, mas acabámos bem e isso é o que importante. O Fernando Santos foi uma mais valia para este seleção, recuperou jogadores que faziam faltam. Graças a Deus estamos qualificados." Acrescentando: São seis vitórias consecutivas de uma equipa que arrisca, que joga olhos nos olhos com todas as seleções. A Dinamarca não veio com esse espírito e quem joga assim paga a fatura. Podíamos ter jogado melhor, é verdade, mas o objetivo era a qualificação. Estamos todos de parabéns. Todos. Jogadores, selecionador, equipa técnica, staff... todos".

Selecção do País de George Best faz história; Campeã do Mundo não pode descansar - Surpresa no Grupo D de Apuramento para o Euro'2016 com a derrota da Alemanha na Irlanda por 1-0. Os germânicos tiveram o controlo do jogo (Hummels até chegou a jogar a meio do meio-campo defensivo dos irlandeses), mas Long, aos 70’, assistido pelo guarda-redes, ofereceu o triunfo à equipa da casa. Nos outros jogos do grupo, a Polónia empatou a 2 na Escócia e falhou o assalto ao 1.º lugar (está agora a 1 ponto da Alemanha e com os mesmos da Irlanda). Lewandowski abriu o ativo logo aos 3 minutos, Ritchie e Fletcher ainda deram a volta com dois golaços, mas já aos 90+4’, o inevitável Lewandowski (12 golos em 4 jogos) voltou a faturar fechando o marcador. Já a Geórgia não teve problemas frente a Gibraltar e goleou por 4-0 (bis de Vatsadze e golos de Okriashvil e Kazaishvili ). No Grupo F, a Irlanda do Norte confirmou o apuramento com uma vitória esclarecedora por 3-1 frente à Grécia (o resultado esteve com três bolas de diferença). É a primeira vez que o país de George Best marca presença numa fase final de um Europeu. Steven Davis, com dois golos, foi o homem do jogo, marcando ainda pelo meio Magennis, reduzindo já aos 87’ Aravidis para os helénicos. A Hungria foi outras das formações que também venceu e aproximou-se do 2.º lugar, estando agora a apenas 1 ponto da Roménia. Começaram melhor as Ilhas Faroé com golo de Jacobsen aos 11 minutos, mas dois golos de Bode na segunda parte ofereceram justiça ao marcador. Por fim, a Roménia (a grande derrotada do dia) não foi além de uma igualdade a 1 na receção à Finlândia. Apesar do domínio da equipa da casa, Pohjanpalo colocou os escandinavos em vantagem, tendo sido já aos 91 minutos que Hoban estabeleceu o resultado final. No Grupo de Portugal, bom resultado para a Dinamarca que viu a Sérvia vencer por duas bolas a zero na Albânia. Apesar do encontro equilibrado (a Albânia até teve mais oportunidades), Kolarov (aos 90+1’) e Ljajic (aos 90+4’) ofereceram a segunda vitória consecutiva à Sérvia, embora o apuramento seja já impossível.

Etiquetas: ,