«Processo do Benfica? Fico com o peito ainda mais cheio»; Villas-Boas a 10 pontos da liderança; Roma vence, Milan continua a descer; Benfica derrota o FC Porto

Cria instabilidade ou não? O técnico leonino parece desvalorizar.

Jorge Jesus afirmou, no final da partida da Taça com o Vilafranquense, que ainda não teve conhecimento do suposto processo que o Benfica vai mover contra si e garantiu que esse tema não o vai afetar na preparação para o dérbi. “Não posso falar nela (ação interposta pelo Benfica), porque o que sei é pelos jornais. Não fui citado, não sei de nada e não me preocupa nada. Estou habituado a estes temas, gosto deles, sinto-me como peixe na água”, começou por dizer o treinador do Sporting, antes de deixar claro que não se vai deixar influenciar pelo alegado processo do Benfica. “Este é o ar que gosto de respirar e fico com o peito ainda mais cheio para trabalhar com mais vontade e mais rigor. É isso que vai acontecer até ao jogo. Gostava mais que se falasse do futebol, da qualidade dos jogadores do Benfica, do Sporting, do valor das duas equipas, era mais produtivo e era melhor para vender o futebol. Vamos esperar para ver”, salientou.

Equipa de AVB já está a 10 pontos do CSKA. Veremos se este atraso não leva a uma concentração de esforços na Champions - Mais um dia adverso para o Zenit e para André Villas-Boas na Liga Russa, já que o Zenit empatou e o CSKA venceu, tendo agora a equipa de Moscovo 32 pontos (é primeira) e o conjunto de São Petersburgo 22 (é terceiro, estando o Lokomotiv em segundo). Com efeito, os homens de AVB empataram a 2 na deslocação ao terreno do Kuban, numa partida que se complicou logo aos 2 minutos, quando o ex-Sporting Xandão finalizou de cabeça após um livre lateral desde a direita. Em cima do intervalo, aos 44', Dzyuba, também de cabeça, fez o 1-1, tendo o Zenit dado a volta aos 54', num belo golo de Shatov, antes de Melgarejo,  ex-Benfica, fazer o 2-2 final. Já o CSKA sofreu mas derrotou o Ural por 3-2 (marcaram Panchenko, Doumbia e Wernbloom).

Romanos ascenderam provisoriamente ao 2.º posto - No jogo de abertura da 8.ª jornada da Serie A, a Roma venceu, Olímpico, o Empoli por 3 bolas a uma. Pjanic na cobrança de mais um livre fantástico (o maior especialista em Itália?) fez o primeiro e ofereceu o segundo a De Rossi, enquanto que Salah, depois de uma arrancada de Gervinho, fez o resultado final. Mais tarde, jogou-se o Torino-Milan, tendo terminado o encontro num empate a uma bola. Bacca (que foi suplente), a passe de Bertolacci, fez o primeiro, mas Baselli (médio que já leva 4 golos no Calcio) ofereceu o empate à formação de Giampiero Ventura. Com este resultado, o Torino é 5.º, já o histórico de Milão ocupa apenas a 11.ª posição.

Os azuis e brancos chegaram a ter 12 pontos de vantagem mas o maior poderio do campeão nacional acabou por vir ao de cima, com o "NBA" Cook em grande plano na reviravolta - O Benfica venceu o grande rival FC Porto por 72-61, no regresso do maior clássico do basquetebol nacional à Luz. Os azuis e brancos chegaram ao intervalo a vencer por 41-34, mas os encarnados com um parcial de 41-18 na 2.ª parte deram a volta ao marcador. Cook marcou 20 pontos, Jeremiah Wilson, 18.

Etiquetas: , , , ,