Neymar faz de Messi com um póquer, apesar do Barça ter sido engolido; André Gomes regressa em grande; Benfica derrota o FC Porto; Ibrahimovic resolve com um bis; África do Sul ultrapassa o País de Gales; Nova Zelândia esmaga a França

Há mais de 12 anos, desde Abril de 2003, que o Barcelona não terminava um jogo em casa para a La Liga com uma percentagem de posse de bola tão baixa, apenas 45%, o que diz bem do futebol do Rayo. Mas o conjunto de Paco Jémez pecou em demasia na finalização e Neymar, que sem o lesionado Messi assumiu o protagonismo, não perdoou.

O resultado até é enganador, já que a equipa de Paco Jémez deu uma excelente réplica e teve mais posse de bola e remates em pleno Camp Nou, mas como o futebol não é lógica... o Barcelona goleou o Rayo por 5-2. Javi Guerra (assistência de Bebé) logo aos 15 adiantou a equipa de Madrid, mas Neymar com 4 golos, vários pormenores de qualidade e uma assistência para Suárez desequilibrou o jogo. O melhor que o Rayo conseguiu fazer foi reduzir já em cima dos 90 por intermédio de Jozabed.

Clube Che continua a produzir pouco ofensivamente (golos surgem de rasgos individuais); Alcácer continua a não conseguir imitar o que faz na selecção, Gayá está muito longe do que apresentou na época passada; Valeu pelos portugueses (Cancelo e André Gomes), sendo que Aderlan também teve nota positiva - O Valencia, com os inevitáveis André Gomes (marcou um golaço) e João Cancelo (tem estado muito melhor que Gayà, que até tem desiludido) em evidência goleou o Málaga por 3-0. Num resultado até é exagerado para aquilo que a turma de NES produziu ofensivamente (uma das lacunas dos valencianos), um auto-golo de Charles após livre de Piatti e golos de André Gomes e Parejo (que, ao contrário de Duda, aproveitou uma grande penalidade) fixaram o resultado final. Nos outros jogos da La Liga, o Espanhol venceu fora de portas o Bétis por 3-1, com 3 assistências do prodígio Marcos Asensio, enquanto que o Sevilha empatou a 1 frente ao Eibar.

Oito vitórias em dez jogos para os Parisienses - Com alguma dificuldade, mas o PSG conseguiu a esperada vitória na deslocação ao terreno do Bastia, por 2-0. Após uma primeira parte sem golos, Pastore isola Cavani (que estava fora-de-jogo) de forma genial, e este assiste Zlatan Ibrahimovic para um golo sem dificuldade, aos 72 minutos. Aos 83', Aurier (excelente época) subiu pela direita e cruzou para o sueco fixar o resultado final. Nos restantes encontros, destaque para as vitórias do Nantes (3-0 ao Troyes), Caen (1-0 em casa do Reims), Saint-Étienne (2-0 ao Ajaccio) e Angers (que é 2.º classificado e foi ao terreno do Toulouse vencer por 2-1). Já o Guingamp-Lille acabou empatado a 1 com mais um golo do fantástico de Boufal (Briand empatou para a equipa da casa).

Julian Savea é uma autêntica locomotiva (e já igualou Lomu com 8 ensaios num Mundial) - Foram os finalistas em 2011 mas desta vez não teve história, a Nova Zelândia esmagou a França (62-13) nos quartos-de-final do Mundial de Rugby e marcou encontro com a África do Sul (que bateu o País de Gales, por 23-19). Os All-Blacks não deram hipóteses e com Savea em destaque (3 ensaios, um deles em que atropela 3 franceses de maneira impressionante) foram aumentando o marcador, tendo dado um recital na 2.ª parte.

Etiquetas: , , , , , , ,